Medalhista olímpica, Rebeca Andrade busca feito histórico no Mundial; ginasta do Fla vai disputar três finais

FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Ginasta do Flamengo, Rebeca Andrade fez história nas Olimpíadas de Tóquio, ao conquistar uma medalha de ouro e uma de prata, se tornando a primeira brasileira a ser premiada na competição. Quase três meses depois das incríveis apresentações, ela poderá escrever mais um capítulo vencedor no Japão, visto que está classificada para três finais no Mundial de Ginástica.


Camisas do Flamengo, acessórios e muito mais: compre e ganhe brindes na melhor loja online do Mengão!


Rebeca vai buscar o pódio no salto, nas barras assimétricas e na trave. Nas apresentações classificatórias, a ginasta do Flamengo, campeã olímpica de salto, obteve a melhor nota da modalidade – média de 14.800. Nas barras, mesmo sem ser favorita, ela também alcançou a maior nota da primeira fase, com média de 15.100. Na trave, ela ocupou a última vaga para a final e teve sua média mais baixa: 13.400.

As finais de Rebeca Andrade serão disputadas neste final de semana, dias 23 e 24. A primeira prova, do salto, acontecerá na madrugada deste sábado, às 4h45 (horário de Brasília). Menos de duas horas depois, ela vai buscar o pódio nas barras assimétricas, às 6h25 (de Brasília). No domingo, ela briga por medalha na trave, às 5h. Vale destacar que a ginasta abriu mão da apresentação do solo e, consequentemente, ficou fora do individual geral.

Após brilhar nas Olímpiadas, Rebeca Andrade busca a consagração também no Mundial. A ginasta foi impedida de competir pelo segundo torneio mais importante da modalidade três vezes, em 2015, 2017 e 2019, por problemas físicos.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *