Michael iguala Pedro em gols pelo Flamengo no Campeonato Brasileiro

FOTO: MARCELO CORTES/FLAMENGO

O Flamengo deu fim à sequência de quatro derrotas e voltou a vencer sob o comando de Renato Gaúcho. O Mais Querido superou o Atlético-MG, por 1 a 0, em jogo válido pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gol da vitória foi marcado por Michael, que igualou a quantidade de tentos de Pedro, no torneio nacional.

Com o gol feito diante do Atlético-MG, Michael chegou ao sétimo tento marcado pelo Brasileirão. O número, inclusive, põe o camisa 19 de igual para igual com Pedro, que passou por um procedimento curúrgico no joelho na última segunda-feira (25). Sendo assim, cada um dos atacante tem sete gols marcados pelo Fla na competição.

Vale ressaltar que a dupla só fica atrás de Bruno Henrique quando o assunto é a artilharia rubro-negra no Brasileirão. O dono da camisa 27 balançou as redes adversárias em nove oportunidades e lidera o quesito para o Flamengo. Gabigol, por sua vez, com poucos jogos no torneio devido às convocações para a Seleção, tem seis gols.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


ARTILHARIA DO FLA NO BRASILEIRÃO:

Bruno Henrique – 9 gols
Michael – 7 gols
Pedro – 7 gols
Gabigol – 6 gols

Sem tempo para comemorar a vitória, o Flamengo vira a chave em busca de mais um triunfo no Campeonato Brasileiro. Nesta terça-feira (02), o Mais Querido viaja até Curitiba, onde enfrenta o Athletico-PR, em jogo atrasado pela quarta rodada da competição nacional. Os rubro-negros medem forças a partir das 16h (horário de Brasília),  na Arena da Baixada.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Esse tá levando o time nas costa …. Gabigol e companhia não tá jogando nada

  • Pergunta p o MB o chefe do Renato responder: por que o Rodrigo Muniz não entrou ontem? E nós outros jogos que passamos sufoco, e perdemos também? Para mim o time venceu de fato por conta da nossa nação, principalmente da q estava no Maracanã. Outra: o time já entrou certo, tudo por conta idem da torcida q sempre fez o seu papel de mostrar o melhor caminho p quem comanda e está perdido. Enfim, o Renato mesmo c todos os desfalques e imprevistos, e tantas pedras pelo caminho, se recolheu, e de forma humilde e simples praticamente escolheu o melhor p entrar em campo, seg a própria galera, e simplesmente entregou as chaves do time p cada jogador em campo. P ele bastou somente assistir o resto. Pois o time foi bem diferente, sem plástica, beleza, mas com o q é mais importante: com o coração 💓.