Narrador aponta ‘exagero’ em críticas ao Flamengo de Renato: “Não haverá mais um time igual ao de 2019”

FOTO: MARCELO CORTES / FLAMENGO

A eliminação do Flamengo na Copa do Brasil para o Athletico-PR segue repercutindo. Mesmo atuando no Maracanã, com o apoio da torcida, o Rubro-Negro não conseguiu um bom desempenho e deu vexame, o que acabou fazendo com que a equipe de Renato Gaúcho recebesse diversas críticas por parte da torcida e imprensa. Entretanto, para o narrador do Grupo Globo, Cléber Machado, todo esse julgamento em cima do trabalho do técnico é exagerado.

As coisas não vão dar certo o tempo todo, mas mesmo assim o Flamengo chegou até a semifinal da Copa do Brasil, está na final da Libertadores e na briga pelo Brasileiro. Não haverá mais um time igual ao de 2019, já passou essa fase. Todos têm um pouco de culpa sobre a eliminação. Agora dizer que tudo não serve mais, é um exagero -, afirmou, antes de completar:


As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!


Não me parece haver um Flamengo perfeito. Porém, esse time imperfeito finalizou 20 e tantas vezes ao gol do adversário e obrigou o Santos a fazer milagres. Da mesma forma, esse time contestado é o mesmo que enalteceu o Renato e que agora não faz mais questão do treinador. Partimos sempre do princípio que determinado time não pode perder campeonato nenhum. Se fosse assim, não deveria ter campeonato, entregaríamos o título para o time que tem mais investimento e não levaríamos em conta os outros fatores de uma partida de futebol -, finalizou.

Com uma competição a menos, resta ao Mengo agora a Libertadores e o Brasileirão. Pelo torneio nacional, inclusive, o time entra em campo no próximo sábado (30) contra o líder Atlético-MG. A bola rola às 19h (horário de Brasília), no Maracanã, em partida válida pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Falou besteira. Não deve ter assistido os últimos jogos do Flamengo sob o Comando do Renato, que realmente começou muito bem, mas virou um time previsível. Se os adversários tem o mérito de saber se defender e contra-atacar, nós não temos. Nossa defesa é o ponto fraco do time e o tempo está passando sem nenhuma evolução, então quem tem que ser cobrado? O técnico. Usar a derrota como desculpa pro descontentamento da torcida é dissimulação, é tentar mascarar os erros e os verdadeiros motivos que levaram a essa insatisfação.