Renato destrincha estratégia de jogo contra adversários defensivos e desabafa: “Fica difícil”

FOTO: REPRODUÇÃO/INTERNET

O Flamengo empatou com o Cuiabá, por 0 a 0, no último domingo (17), no Maracanã, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado não agradou visto que o Rubro-Negro desperdiçou mais uma chance de encostar no líder Atlético-MG, que perdeu para o Atlético-GO. Sob o comando de Renato Gaúcho, o Fla não fez uma boa partida e não conseguiu quebrar a estratégia de jogo imposta pelo adversário.


Quer comprar produtos do Flamengo pela internet? Conheça a loja mais rápida e segura!


Rotineiramente, o Flamengo tem dificuldade em enfrentar times que joguem tão fechados. Não foi diferente contra o Cuiabá, visto que o Rubro-Negro não conseguiu furar o bloqueio da defesa adversária. Em entrevista coletiva, Renato Gaúcho foi questionado sobre a estratégia de jogo utilizada nestas ocasiões.

— É muito mais fácil no futebol se destruir do que construir. Quando você pega um adversário, você precisa virar o jogo rápido, fazer jogadas de linha de fundo, de preferência com jogadores que cabeceiem bem dentro da área. Não é só com o Flamengo. É difícil. Quando você encontra uma equipe que se propõe somente a entregar a se fechar, não buscar o gol, e eles têm todo o direito de fazerem isso, fica difícil – antes de completar:

Tanto é que muitas vezes você consegue furar o bloqueio, faz o gol e quebra a parte tática do adversário. Porque o adversário muitas vezes não sabe o que fazer e acaba tomando três, quatro ou cinco gols. Mas a proposta era essa de não tomar gol e, infelizmente, não fizemos o gol. Com as peças no departamento médico, mais opções, certamente, poderíamos nos ajudar nesta noite – finalizou.

Cabe destacar que este resultado fez com que Renato Gaúcho fosse vaiado pelos torcedores presentes no estádio. No entanto, agora, o técnico e o Flamengo viram a chave e focam na Copa do Brasil. O Rubro-Negro encara o Athletico-PR, pelo jogo de ida da semifinal da competição, na quarta-feira (20), às 21h30 (horário de Brasília), na Arena da Baixada.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Completando o comentário do Almir.
    Com esse discurso de técnico despreparado e ultrapassado, um time não precisa de mais nada para um fadado fracasso. Espero que essa diretoria esteja ligada para na próxima temporada não repetirmos 2020, qdo conquistamos o bicampeonato brasileiro mais por incompetência dos outros do que méritos nosso.

  • Péssimo técnico pensamento lento e ultrapassado..