Renato Gaúcho é indicado ao prêmio de melhor técnico do mundo pela IFFHS

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

Mesmo com trabalho contestado no Flamengo, Renato Gaúcho foi indicado ao prêmio de melhor técnico do mundo, neste domingo (31), pela Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol (IFFHS). O comandante do Mais Querido concorre ao lado de grandes estrelas do futebol mundial, como Zinedine Zidane, ex-Real Madrid, Pep Guadiola, do Manchester City e Thomas Tuchel, do Chelsea.

Renato não é o único representante do futebol brasileiro na lista. Cuca, do Atlético-MG, e o português Abel Ferreira, do Palmeiras, também concorrem ao prêmio. Vale destacar que o IFFHS leva em consideração os números e o aproveitamento dos técnicos para estabelecer as comparações.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


VEJA LISTA COMPLETA:

Thomas Tuchel (Germany, Chelsea)
Josep Guardiola (Spain, Manchester City)
Mauricio Pochettino (Argentina, PSG)
Zinedine Zidane (France, Real Madrid)
Unai Emeri (Spain, Villarreal)
Ole Gunnar Solskjær (Norway, Manchester United)
Hans-Dieter Flick (Germany, Bayern)
Julian Nagelsmann (Germany, Leipzig)
Diego Simeone (Argentina, Atletico Madrid)
Antonio Conte (Italy, Internazionale)
Christophe Galtier (France, Lille)
Yuriy Vernydub (Ukraine, Sheriff)
Renato Gaúcho (Brazil, Flamengo)
Abel Ferreira (Brazil, Palmeiras)
Alexi Stival “Cuca ” (Brazil, Atlético Mineiro)
Pitso Mosimane (equipe África do Sul / Al Ahly SC)
Manqoba Mngqithi (África do Sul, Mamelodi Sundowns)
Moeni Chaabani (Tunísia, Esp Tunis)
Jim Curtin (EUA, Philadelphia Union)
Santiago Solari (Argentina, equipe do CF America)
Javier Aguirre (México, CF Monterrey)
Juan Reynoso (Peru, equipe Cruz Azul)
Leonardo Jardim (Portugal, Al Hilal FC)
Gi dong Kim (Coreia do Sul, Pohang Steelers)

Renato iniciou o trabalho no Flamengo de forma avassaladora e conseguiu, inclusive, o melhor início de um técnico no Mais Querido. Contudo, após sequência negativa no Brasileirão e, principalmente, a eliminação na Copa do Brasil, Portaluppi passou a ser contestado e chegou a entregar o cargo para a diretoria.

Agora, após vitória importante sobre o Atlético-MG, Renato ganha um pouco mais de tranquilidade para dar sequência ao trabalho, mas não pode relaxar. Nesta terça-feira (2), o Mengo enfrenta o Athletico e precisa de um triunfo para seguir na busca pelo título nacional. O duelo será disputado às 16h (horário de Brasília), na Arena da baixada.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Cadê os cuzões que só vivem criticando o cara?