Arrascaeta fica de fora da metade dos jogos do Fla no Brasileirão

Prestes a enfrentar o Grêmio, o atleta entrou em campo somente em 12 partidas pela competição nacional


O Flamengo se prepara para entrar em campo nesta terça-feira (23), quando enfrenta o Grêmio, em jogo atrasado da segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Para a partida, o Mais Querido deve contar com a presença de Arrascaeta, que segue o planejamento de retorno gradual aos gramados até a final da Libertadores. No entanto, cabe ressaltar, que o uruguaio participou de menos da metade dos compromissos da equipe pelo torneio nacional.

Em 33 jogos do Flamengo na temporada de 2021 pelo Brasileirão, Arrascaeta participou somente de 12 partidas. Na competição, o uruguaio soma 864 minutos em campo e balançou as redes em uma oportunidade. O meio-campista concedeu seis assistências aos companheiros de elenco. O principal motivo da ausência do camisa 14, foram as lesões e convocações para a Seleção Uruguaia ao logo do ano.


Quer comprar produtos do Flamengo pela internet? Conheça a loja mais rápida e segura!


 

Com a temporada se aproximando do fim, Arrascaeta participou de 32 dos 69 jogos pelo Flamengo em 2021. O jogador voltou a vestir o Manto Sagrado por 11 minutos no último sábado (20), quando o Mais Querido venceu o Internacional por 2 a 1. Antes disso, o atleta havia desfalcado o Rubro-Negro em 14 jogos.

Agora, a tendência é que Arrascaeta entre em campo novamente – mesmo que por pouco tempo – nesta terça-feira (23), quando o Flamengo encara o Grêmio, na Arena do Tricolor Gaúcho. O jogo, atrasado pela segunda rodada do Brasileirão, acontecerá às 21h (horário de Brasília) e marca o última compromisso do Mais Querido antes da grande final do torneio continental.

No sábado (27), o Rubro-Negro entra em campo para encarar o Palmeiras, pela grande decisão do torneio continental. A partida será disputada no Estádio Centenário, em Montevidéu, no Uruguai, a partir das 17h (horário de Brasília), em jogo único. Sendo assim, quem vencer se torna campeão da América novamente.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *