Marcos Braz admite futebol abaixo, mas garante final de temporada feliz para o Flamengo 

Que o Flamengo tem uma verdadeira seleção não é novidade para ninguém. Com jogadores renomados e títulos importantes, o Mengo se candidata nos últimos anos para conquistar mais e mais campeonatos. Contudo, a temporada Rubro-Negra não tem sido das melhores, com resultados atípicos e um futebol abaixo do esperado, o que faz com que a torcida teça críticas ao clube. No embarque da delegação carioca no Rio de Janeiro, após o empate com a Chapecoense, o vice de futebol do Mais Querido, Marcos Braz, comentou sobre o assunto, se mostrou compreensivo com a chateação dos adeptos e admitiu exibições abaixo do esperado.

– Em relação à torcida estar chateada, a gente tem que entender esse ponto da torcida, até porque o Flamengo não está jogando o futebol talvez esperado para um final de temporada e uma aproximação de um jogo tão importante, que tem a possibilidade de um título importantíssimo. Em outras épocas, a gente não conseguiu chegar duas vezes em uma final da Libertadores. A gente tenta sair mais uma vez vitorioso, ou tentar sair vitorioso nessa reta final. Isso inclui o Campeonato Brasileiro. Falo isso de coração. Não é da boca para fora. E que de fato a gente acredita, vai até o final, disse antes de prosseguir e garantir aos rubro-negros um final feliz na temporada.

– A gente entende a preocupação da torcida, mas tenho certeza absoluta que, quando pegarmos o avião para disputar o jogo da Libertadores, a gente vai estar consciente, virando a chave daquele momento. Se a gente tiver chance de ser campeão brasileiro, vamos até o final, como a gente sempre foi aqui, que é o que a torcida merece e é o que todo mundo dentro do futebol do Flamengo quer. Temos algumas dificuldades, vamos passar por ela e a gente vai ter um final de temporada melhor do que a gente vem chegando até aqui.


Quer comprar produtos do Flamengo pela internet? Conheça a loja mais rápida e segura!


Com as chances de título brasileiro cada vez menores, o Mengo se apega à Libertadores da América como “salvação” de uma temporada irregular, que culmina na terceira colocação nos pontos corridos nacional até o momento e na eliminação na semifinal da Copa do Brasil. O adversário na decisão continental será o Palmeiras, atual campeão do torneio. As equipes vão se enfrentar no dia 27 de novembro, às 17h (horário de Brasília), no Estádio Centenário.

Antes disso, porém, o Mengo segue focado no Brasileirão. Apesar de remotas, o time de Renato Gaúcho ainda tem chances matemáticas de título. Para isso, contudo, não dependerá somente de si. O Rubro-Negro precisará dos tropeços de Atlético-MG e Palmeiras, líder e vice-líder, respectivamente. Entretanto, para ainda sonhar com o caneco, o Mengo precisa reencontrar o caminho das vitórias. E a próxima oportunidade será diante do Bahia, nesta quarta (11), às 19h (horário de Brasília), no Maracanã. O duelo será pela 31ª rodada.

 

 

CONFIRA A COBERTURA COMPLETA DO DESEMBARQUE DO FLAMENGO NO RIO DE JANEIRO

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • se quiserem salvar a próxima eleição exclua Renato gaúcho…O time do Nível do Flamengo e nescessário um treinador do Nível de Galhardo atual técnico do River que possa implantar suas ideias no qual o grupo possa absorver e destacar em campo….Fora Renato e fazer uma limpeza nesse elenco 😠😠

  • Esse senhor se acha dono do flamengo e um lixo ele também

  • Tem é que começar o planejamento para o ano que vem, a verdade é que o time está envelhecido e recheado de perebas que ganham verdadeiras fortunas e sem a mínima condição técnica.
    A BARCA:
    A começar pelo dito comandante, Renato conseguiu em pouco tempo destruir o padrão de jogo adquirido desde 2019, foi o pior técnico dos últimos tempos.
    Golero: Tanto o César quanto o Gabriel são míopes e pulam para não alcançar a bola.
    Laterais: Os perebas do Renê junto com o folclórico Rondinei devem sair estão dando mal exemplo técnico pros garotos da base.
    Zagueiros: Tem que investigar e expulsar do clube quem contratou o Bruno Viana, o maior preguiçoso do elenco entra pra falhar que jogador horrível e continuam escalando esse lerdo, vai junto com o Léo Pereira e o bichado Davi Luis.
    Meio de campo: Devolver o Thiago Maia que demonstrou ser um jogador comum sem criatividade e está ocupando espaço da base .
    Atacantes: Não dá para aturar o peladeiro e preguiçoso do Vitinho, passou da hora de sair.
    Vitor Gabriel é pior que um poste , foi uma invenção do Renato que perdeu a oportunidade de lançar o Mateus França do sub 17 entre outros que estão se destacando.

  • Depois desse vexame de empatar com o lanterna do campeonato (depois de levar a virada), só nos restou a final da Libertadores. Peguem os medalhões e escondam em algum canto pra se recuperarem, e coloquem o Sub-8 pra terminarem o Brasileirão, que foi pro espaço ontem. Estamos há quase um mês da decisão, dá tempo de sobra pra recuperar o fôlego, as lesões, o amor próprio, fazer treinos técnicos e táticos, e tb tempo de sobra pra observar o Palmeiras, né Renato? Um tempo que vc reclamava que não tinha, né? Agora já tem, e vc está por um jogo.

    Agora falando de CBF, só tenho a dizer o seguinte: conseguiu o que queria, com convocações capciosas, ajuntamento criminoso de jogos, e com arbitragens estranhas e parciais. A de ontem (palmas!) se superou. Boa, Gaciba! Sempre os “melhores” para os jogos do Flamengo, tanto no campo quanto no VAR!
    Enquanto essa raça de paulistas torcedores dominar aquela pocilga, vai ser isso a cada campeonato. A FIFA, ou a Justiça, ou a Polícia, terão, um dia, que intervir nesse antro de corrupção e favorecimento de alguns. Simples assim.

  • É a última chance de salvar o ano. É obrigação cobrar empenho e respeito a camisa. Não se admite que atletas milionários andem em campo e façam pouco caso de seu ofício. O clube sua para pagar altos salarios em dia e é obrigação profissional devolver isso em campo. Ainda mais envergando esse manto.