Acidente envolvendo Ramon é registrado como homicídio culposo

Jogador atropelou ciclista, que acabou falecendo no caminho para o hospital


O lateral esquerdo Ramon, do Flamengo, se envolveu em acidente de trânsito na noite do último sábado (04), na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. O atleta alegou que o ciclista cruzou a pista de forma repentina e, por isso, foi inevitável o atropelamento, que acabou levando Jonatas Davi dos Santos, de 30 anos, à morte. O jogador garantiu não ter ingerido bebida alcóolica e nem ter infringido nenhuma lei, e o caso foi registrado como Homicídio culposo pela Polícia Civil.


Quer comprar produtos do Flamengo pela internet? Conheça a loja mais rápida e segura!


Ramon prestou depoimento na 16ª Delegacia de Polícia, na Barra da Tijuca. O atleta, inclusive, chamou a ambulância e solicitou atendimento à vítima de forma voluntária, segundo informação do GE. O ciclista chegou a ser levado para o Hospital Lourenço Jorge, mas não resistiu.

Até o momento, vale destacar, ninguém se apresentou como testemunha. O policial militar que esteve no local também prestou depoimento e disse que o acidente aconteceu perto de um semáforo na Avenida das Américas. Inclusive, há relatos que esse semáforo está em pane pela terceira noite consecutiva, pulsando em amarelo.

O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, reeleito nesse sábado (04), lamentou o acidente e garantiu apoio ao jogador: “Claro que a gente fica muito triste. Não sabemos nem em que condições ou o que aconteceu, pelas poucas informações. É um atleta exemplar, com comportamento exemplar. Em situações como essa, é óbvio que vamos prestar todo apoio”, disse.

 

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • O que precisa agora é trabalhar a cabeça desse moleque para enfrentar as turbulências que virão principalmente das torcidas adversária, força Ramon.