Grupo de apoio ao movimento LGBT entra na justiça por explicações do Flamengo

Grupo Arco-Íris de Cidadania LGBT pede explicações por não uso da camisa 24 na relação de jogadores inscritos para a Copinha


No último dia 13, o Flamengo divulgou a lista de inscritos para a Copa São Paulo de Futebol Junior. A relação, no entanto, rendeu uma ação judicial ao Rubro-Negro, visto que não tem a camisa de número 24 registrada para a competição. O Grupo Arco-Íris de Cidadania LGBT entrou com pedido de explicações na vara cível do Tribunal de Justiça da Comarca da Capital do Estado do Rio de Janeiro.


Quer comprar produtos do Flamengo pela internet? Conheça a loja mais rápida e segura!


31 jogadores foram inscritos pelo Flamengo para a disputa da Copa São Paulo de Futebol Junior 2022, com números do 1 ao 32 – sem a presença do Manto Sagrado 24. E foram explicações sobre a lista que chamaram atenção. O jornalista Venê Casagrande divulgou informações do pedido do Grupo, que solicitou à justiça uma resposta em até 48 horas, baseada no artigo 381, § 5º do CPC, com as seguintes explicações:

– A não inclusão do número 24 no uniforme oficial na Copa São Paulo de Juniores 2022 constitui uma política deliberada da interpelada?

– Em caso negativo, qual o motivo da não inclusão do número 24 no uniforme oficial da interpelada na mencionada competição?

– Qual o departamento dentro da interpelada, que é responsável pela deliberação dos números do uniforme do Clube?

– Quais as pessoas e funcionários (nomes e identificações) da Interpelada, que integram este departamento que delibera sobre a definição de números no uniforme oficial?

– Existe alguma orientação da Federação Paulista de Futebol, CBF, Conmebol ou FIFA sobre o registro de jogadores com o número 24 na camisa?

– A Interpelada possui algum programa de salvaguarda e enfrentamento à discriminação contra a comunidade LGBTQIA+ na sua estrutura funcional?

 

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Entenderam porque o Clodovil falou que esse movimento não o representava? Ninguém quer ser obrigado a fazer o que não quer…. simples assim.

  • É um direito de cada hétero, não querer usar a camisa 24 de um time de futebol! Não é homofobia, é orgulho hétero!! Chega de mimimi!!

  • É um direito de cada hétero, não querer usar a camisa 24 de um time de futebol! Não é homofobia, é orgulho hétero!! Chega de mimimi!!

  • BANDO DE VEADOS SUBVERSIVOS, QUERENDO EXIGIR QUE UM CLUBE COMO O FLAMENGO OU QUEM QUER QUE SEJA A USAR O NÚMERO 24.
    FRANCAMENTE NA FALTA DE DÁ A RODA ESSE GRUPO AFEMINADO PROCURA UMA FORMA DE APARECER……. QUERENDO FAMA NAS COSTA DO MALVADÃO
    FLAMENGO TEM DE PROCESSAR ESSE GRUPO COLORIDO E MOSTRAR QUE NO FLAMENGO LEIS SEM SIGNIFICADOS QUEM RESOLVER E A CÚPULA RUBRO NEGRA E NADA TEM HAVER COM HOMOFOBIA E ESSAS VIADAGENS DE HOJE EM DIA.

  • homofobia é crime. assim como racismo. mas nao da pra exagerar… deixar de colocar um numero na camisa virar um ato de homofobia é uma forcaçao alem da conta. é que nem aquela morte no carrefour. o meliante, negro, tenta desferir um direto na cara do seguranca pra pegar ele desprevinido e errou. obviamente o seguranca nao aliviou o meliante que morreu asfixiado ou de ataque cardiaco. algo assim. e vieram reclaamr que era racismo porque ele era negro. nao da pra tudo virar homofobia e racismk… senao as reclamacoes vao virar frescura.

  • Se homossexualismo fosse coisa de Deus e fosse uma coisa boa e abençoada todo mundo queria um na familia, como todo todo mundo sabe que e uma deformação espiritual criada pelo demônio, ninguém quer nem saber em ter um na familia.
    Qual e o pai que deseja ter um filho viado ?

  • O nº 24 era associado aos gays por ser o correspondente, no jogo do bicho, ao veado. Com o passar do tempo eles “instituiram” que chamar um gay de veado é homofobia e agora por hironia do destino (lacração pura) eles lutam para que o 24 esteja nas “camisolas” dos times de futebol!! kkkkkkkk – *Na verdade do Flamengo, dá mais audiência. Povo desocupado!

  • Não acredito nisso tantas coisa pra esse pessoal fazer e eles vem se meter logo onde não devem depois eles dizem que são vítimas de violência verbal moral intelectual de preconceito entre outras coisas quem manda no Flamengo são seus dirigentes um bando de pessoas que Não que nem torcedores do clube devem ser tão querendo arrumar tumulto.

  • Manda eles se fuderem. Agora querem q todo mundo assuma o q eles querem .

  • O que é mais divertido é a quantidade de homofóbicos (embutidos ou explícitos) que aparece postando comentários do tipo “não sou preconceituoso, mas esse pessoal…. Desconhece que os que combatemos o preconceito, em sua grande maioria, não são indivíduos LGBT (assim como os que lutam contra o racismo, não somos apenas os negros). Combatemos porque preconceitos dessa natureza são manifestações de atraso cultural e civilizacional., típico de pessoas que não sabem conviver com as diferenças e principalmente com os diferentes. Geralmente, o homofóbico é também racista, machista, intolerante em outros momentos, enfim, antissocial, com tendência a invadir a vida privado alheia, falar mal dos vizinhos, dos colegas de trabalho, dos torcedores de outros clubes, dos comunistas, ter dificuldades para receber ordens de superiores do sexo feminino ou negros, chegando a se revoltar se seu chefe for um homossexual. Para acalmar o seu ódio contra tudo e contra todos, frequenta, não poucas vezes, uma Igreja neopentecostal. Deve ser muito duro viver com essa estreiteza de vistas.

  • Esta lá na CB também, ninguém é obrigado a fazer nada, a não ser em virtude de lei, tem alguma lei específica que obrigue a Interpelada a usar tal número, ah não? Então vai se fuder é isto que querem né?

  • Esta lá na CB também, ninguém é obrigado a fazer nada, a não ser em virtude de lei, tem alguma lei específica que obrigue a Interpelada a usar tal número, ah não? Então vai se fuder é isto que querem né?

  • Não sou racista, mas considero esse tipo de gente totalmente doente e anormal. Tenho o direito de escolher o que considero normal e anormal e foda-se quem não concorda com minha opinião.

  • Estão fazendo politicagem e querendo aparecer em cima do Flamengo. Se ceder vai ser pior.

  • E serio isso?
    Essas pessoas não tem mais o que fazer não?
    Vão lutar por causas justas e importantes porra!
    AFF!

  • Manda essa cambada trabalhar.

  • COISA MAIS CHATA ESSE PESSOAL QUERENDO QUE TODO MUNDO SIGA AS REGRAS LGBT. NADA CONTRA A VIDA PESSOAL DELES, MAS CHEGA DESSA MANIA DE PERSEGUIÇÃO ANTIPÁTICA. O CLUBE BOTA OS NUMEROS QUE QUISER NAS CAMISAS. DAQUI A POUCO VAO QUERER EXIGIR QUE QUEM FOR JOGAR NA MEGASENA SEJA OBRIGADO A APOSTAR EM TODOS OS CARTOES O NÚMERO 24? VAO OBRIGAR O DETRAN A INCLUIR 24 NAS PLACAS DE VEICULOS?

  • Povo chato do c@r@lho… O clube tem direito de escolher e fod@-se

  • Ué, pq nem quis jogar com a 24. Tem que ser obrigado? Que saco hein…

  • Ué, pq nem quis jogar com a 24. Tem que ser obrigado? Que saco hein…