CBF busca reformulação na arbitragem para 2022

Entidade também procura nome para assumir o comando técnico da pasta na próxima temporada


Após um ano de 2021 bastante conturbado, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) busca uma reformulação total na arbitragem. Bastante criticados por praticamente todos os clubes das mais diferentes categorias do futebol nacional, os árbitros passarão por novo treinamento e visões diferentes do esporte, a fim de que os erros não se repitam. Além disso, a entidade procura, também, por um novo comandante do assunto, visto que Alício Pena Júnior comanda a pasta de maneira interina. 

Vice-presidente da gestão Leonardo Gaciba, Pena Júnior está no comando desde a saída do ex-chefe da comissão de arbitragem. A CBF entendeu que, em 2021, os juízes não tomaram decisões que coincidem com as regras do jogo, especialmente no que toca a questão do árbitro de vídeo (VAR). Dessa forma, o representante da entidade na questão, Ednaldo Pereira, seguirá com o plano de reformulação total na pasta e, com isso, o atual presidente também deve deixar a instituição. A informação é do portal UOL. 

Por enquanto, o nome forte da CBF para o cargo segue bastante incerto. O que se sabe é que Ednaldo Pereira quer iniciar a reformulação o quanto antes, mesmo que um nome diferente seja eleito para presidir a Comissão de Arbitragem até 2023. Os membros da entidade ainda divergem bastante sobre o cotado para assumir o comando, especialmente na questão do passado. Enquanto uma ala defende a escolha de Giuliano Bozzano, atual diretor da Escola Nacional de Arbitragem, outra quer que ele seja alguém com experiência na área administrativa.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


Enquanto os rumos da Comissão de Arbitragem não tomam forma, os árbitros seguem os preparativos para 2022. A CBF já disponibilizou o cronograma nacional, mas alguns nomes mais importantes no cenário brasileiro, como Anderson Daronco e Wilton Pereira Sampaio, farão pré-temporada com a Conmebol. Além disso, Edina Alves e Daiane Carolina participam de cursos preparatórios em Portugal, onde aprenderão mais sobre o uso do VAR. 

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *