Jornalista analisa Paulo Sousa e projeta Flamengo com Pedro e sem Everton Ribeiro

Primeira coletiva do técnico deu ‘dicas’ sobre o que esperar do Rubro-Negro nesta temporada

Paulo Sousa iniciou o trabalho, oficialmente, no Centro de Treinamento Ninho do Urubu na última segunda-feira (10). O técnico está se familiarizando com o novo ambiente e utilizando muito da conversa com os atletas para abrir a relação. Durante a primeira coletiva, o português deu alguns caminhos para imaginar o Rubro-Negro sob seu comando.

O jornalista Carlos Eduardo Mansur utilizou a coluna no Globo Esporte para analisar e projetar o Flamengo de Paulo Sousa. De acordo com algumas respostas do treinador, o comunicador ‘desenhou’ o Rubro-Negro de 2022. A tendência, por exemplo, é que Pedro ganhe mais minutos.

Segundo o jornalista, Paulo Sousa deve utilizar a seguinte formação: Diego Alves, Rodrigo Caio, David Luiz, Filipe Luís; Matheuzinho (Isla), Arão, Thiago Maia (Andreas) e Bruno Henrique; Gabigol e Arrascaeta; e Pedro.

Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!

“A premissa é que, em praticamente todos os trabalhos anteriores, Sousa fez seus times atacarem num 3-4-2-1. Há bons motivos para imaginar que, no Flamengo, esta saída com três homens possa ser com Filipe Luís ao lado dos dois zagueiros, entre outras coisas porque, nesta altura da carreira e por suas características, seria surpreendente vê-lo como um ala abrindo campo”, escreveu no blog, antes de continuar:

“Na dupla de volantes, Thiago Maia pode ganhar força na disputa por um dos dois lugares, mas é a partir daí que o quebra-cabeças se complica. Para usar Pedro junto a Gabigol e Bruno Henrique, é natural que um dos quatro homens do quarteto ofensivo de 2019 seja sacrificado. O que não é definitivo, afinal o calendário exigirá rotações no time. Mas pela exigência de ter dois alas pelos lados, abrindo o campo e atacando o lado da área, é possível que Paulo Sousa use um lateral pela direita e um jogador com característica de atacante pela esquerda” – e prosseguiu:

Inclusive por causa do momento defensivo: seus últimos trabalhos indicam uma defesa em 4-4-2, com duas linhas de quatro homens. Assim, o lateral direito se juntaria aos três homens da saída de bola, formando a linha de quatro. E o atacante que ocupar a ala pela esquerda não é obrigado a retornar até a linha defensiva após a perda da bola”, finalizou.

Para finalizar, Mansur analisou também a titularidade de Everton Ribeiro, as opções na ala esquerda, visto que há Kenedy, Michael, Vitinho e Bruno Henrique como opções. É importante destacar que, neste início de trabalho, Paulo Sousa vem fazendo reuniões com os atletas e, inclusive, realizou o primeiro treinamento em campo na última terça (11).

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *