“Não teve inércia”: Braz questiona críticas por falta de contratações

Dirigente do Flamengo comentou que eleições e viagem para Portugal atrasaram planejamento do clube


Nesta segunda-feira (10), o técnico Paulo Sousa foi apresentado de maneira oficial no CT Ninho do Urubu. E, como de costume, houve uma coletiva virtual aberta à jornalistas, a fim de esclarecer algumas questões pertinentes para o futuro do clube. Após o português deixar a sala de entrevista, Braz e Spindel ficaram e responderam algumas perguntas. Entre elas, o assunto contratações entrou em pauta e deixou os dirigentes do Flamengo furiosos com os questionamentos.

O Flamengo tinha uma necessidade e uma demanda. A principal necessidade era a contratação de um técnico e de uma comissão técnica. Eu gostaria de lembrar que o Flamengo teve eleição. Quando acabou a temporada, a gente achou melhor esperar a eleição passar para que a gente pudesse viajar – disse, antes de completar:

Não quer dizer que a gente tenha ficado na inércia. A gente estava trabalhando e já sabia que iríamos para Europa contratar um técnico. Foi isso o que aconteceu. Não acho que a gente perdeu tempo. Cada clube, cada Insituição tem a sua demanda. A nossa era é o técnico e a comissão técnica. Claro que no meio do processo a gente fez a contratação do Thiago Maia. O Thiago Maia não foi um pedido do Paulo, ele foi ratificado pelo Paulo – finalizou e passou a palavra para Spindel:

A gente não abre sobre isso. Cada janela que passa a gente busca qualificiar o elenco. A gente tem um elenco forte, mas já identificamos onde podemos entregar para o treinador mais diversidade. É uma temporada dura, tem data-fifa, tem carioca, tem supercopa, libertadores e brasileiro… Se ficar vivo em todas as competições, o Flamengo pode ter meses com dez jogos. O Flamengo precisa ter um elenco qualificado para buscar títulos – frisou.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


É importante frisar que, até o momento, somente Thiago Maia foi ‘contratado’ pelo Mais Querido para 2021. O meia teve a negociação em definitivo selada na última semana, com a rescisão junto ao Lille. Paulo Sousa, inclusive, já pediu a chegada de um goleiro ‘nível A’ e que tenha a capacidade de substituir Diego Alves de maneira natural. Dessa forma, tudo indica que janeiro será um mês de muito trabalho para Braz e Spindel.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Mn, que desculpinha sem vergonha kkkkkkkkkkkk
    O politico acha que todo mundo é otário e só eles São malandros kkkkkk

  • Ninguém faz o impossível mais tbm não pode se acomodar e só ficar na espectativa e quando chegar no final da temporada ficar lamentando porque não fez