Paulo Sousa abre o jogo sobre ‘reformulação’ no elenco do Flamengo

Treinador ganhou respaldo da diretoria e segue firme no comando do Rubro-Negro

O Flamengo estreou no Campeonato Brasileiro empatando em 1 a 1 com o Atlético-GO, no último sábado (09). Durante entrevista coletiva, o técnico Paulo Sousa foi questionado sobre o processo de reformulação no elenco e a relação com a diretoria rubro-negra. O treinador não fugiu da polêmica e abriu o jogo.

Quem será o próximo a perder para o Mengão? Saiba como lucrar com previsões esportivas!

— Desde Lisboa, a diretoria sabia perfeitamente o que e como eu gostaria de fazer. Acho que foi bem reforçado pelo Marcos Braz na coletiva no Ninho que há um entendimento direto, uma conversa direta. Sabemos perfeitamente que linha queremos obter e foi bem reforçado pelo Marcos. Agora é dar continuidade a tudo aquilo que tem vindo a ser essa construção – desabafou Paulo Sousa.

O assunto tem sido muito pautado na rotina do Flamengo, visto que o clube vive um início de temporada diferente do habitual. O Rubro-Negro utilizou o Carioca como pré-temporada e, em meio a isso, alguns nomes renomados do elenco foram ficando de lado, como é o caso de Diego Alves, Diego Ribas e outras peças que perderam espaço.

Cabe destacar que em coletiva concedida na sexta (08), Marcos Braz reforçou a boa relação com Paulo Sousa. O dirigente, inclusive, deu respaldo ao treinador e comissão técnica em meio a crise vivida no Flamengo.

A minha relação com o Paulo é a melhor possível. Almoçamos tranquilamente e conversamos sempre que podemos. Desde Portugal, a gente sempre teve um relacionamento direto. Quando eu fiz a minha viagem, a gente ficou sem um pouco dessa relação, mas não tivemos problemas —  disse Braz, antes de continuar:

A confiança na comissão técnica é clara e bem exposta. Mas quando temos dificuldades e situações de tudo quanto é lado, é complicado. Não confirmo e nem desminto jornalista, o que eu posso falar com você é que a relação é a melhor possível. Você pode ter certeza absoluta que eu respeito o jornalista, mas se chegou dessa maneira estava fora de contexto — finalizou o dirigente.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *