Perto do Bragantino, Fábio Matias se despede do Flamengo: “Trabalhei no maior clube do Brasil”

Ex-técnico do Sub-20 publicou emocionante texto para dar ‘adeus’ ao Rubro-Negro

Apesar de pouco tempo, o relacionamento entre Fábio Matias e Flamengo foi muito intenso. O treinador ficou pouco menos de dez meses no clube carioca, mas o suficiente para se apaixonar. É possível notar tal sentimento no texto de despedida do, agora, ex-técnico do Sub-20.


Quem será o próximo a perder para o Mengão? Saiba como lucrar com previsões esportivas!


Alcancei algo que nunca poderia imaginar em minha carreira. Aquele jovem, do interior de São Paulo, que tinha um sonho no futebol, esporte que tanto amava. Mal ele imaginaria que um dia trabalharia no maior clube do Brasil e vivenciaria a experiência de vibrar com a maior torcida“, escreveu, em postagem na rede social do Instagram.

Fábio Matias foi anunciado pelo Flamengo em julho de 2021 e saiu em maio de 2022. O treinador assumirá o Sub-23 do Red Bull Bragantino e, além disso, recebeu garantias de que será o substituto de Maurício Barbieri, técnico do time profissional da equipe de Bragança Paulista, quando o mesmo sair do clube. Por isso, o agora ex-Fla decidiu respirar novos ares.

Assim foram-se 9 meses intensos e maravilhosos, me identificando com o clube e seu tamanho a nível mundial e sentindo sua energia. E que energia… vibrante e apaixonada. De tal forma que fica o impossível não se entusiasmar e querer mais vestir essa camisa. Mas é chegada a hora de partir. Em busca de outros projetos e objetivos. Algo que só nós, dentro de nossos corações, saberemos os motivos. Outros talvez nunca entenderão“, ponderou.

O Flamengo não tinha como igualar o mesmo projeto Bragantino, o que resultou na saída de Fábio Matias. Primeiro, o Rubro-Negro não trabalha com equipe Sub-23 e, segundo, não tinha como dar garantias de que o comandante seria substituto de Paulo Sousa, em caso de saída do português. O clube carioca, por sua vez, estuda contratar um novo nome para assumir o time Sub-20, mas, por enquanto, Mario Jorge, que era do Sub-17, assume a cargo.

Leia a despedida na íntegra:
Como começar a escrever esse agradecimento e despedida? É difícil, porém, necessário. Alcancei algo que nunca poderia imaginar em minha carreira. Aquele jovem, do interior de São Paulo, que tinha um sonho no futebol, esporte que tanto amava. Mal ele imaginaria que um dia trabalharia no maior clube do Brasil e vivenciaria a experiência de vibrar com a maior torcida.

Existem várias formas de você atingir teus sonhos. A minha foi estudando, trabalhando, e conhecendo pessoas. Gerindo meus sentimentos e da minha família, pessoas que me apoiam e tenho convicção de que não seria nada sem tal suporte.

Para alguns, ainda sou um jovem treinador. Já de outros, vejo comentários retratando alguém que está alcançando “sucesso”, mas esses sequer conhecem, a minha história e o que percorri. O sucesso está na caminhada, desde o início, e não no objetivo final.

Assim foram-se 9 meses intensos e maravilhosos, me identificando com o clube e seu tamanho a nível mundial e sentindo sua energia. E que energia… vibrante e apaixonada. De tal forma que fica o impossível não se entusiasmar e querer mais vestir essa camisa.

Mas é chegada a hora de partir. Em busca de outros projetos e objetivos. Algo que só nós, dentro de nossos corações, saberemos os motivos. Outros talvez nunca entenderão.

Agradeço à Direção do profissional, Carlos Noval, Luís Carlos, Vitor Zanella e à toda a comissão técnica e estafe por este período dentro do clube. Principalmente, agradeço aos atletas de talento imensurável que tive a oportunidade de trabalhar. Realizei sonhos trabalhando com vocês. Agradeço também à torcida, por ter proporcionado momentos lindos em minha vida ao longo do Campeonato Carioca e da Taça São Paulo. A energia foi contagiante e sempre levarei com carinho.

Por fim, agradecer mais uma vez ao Clube de Regatas Flamengo por ter acreditado em mim e deixado que chegasse a este nível, vestindo teu pesado manto. Serei eternamente eternamente grato!!”

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Como comentei anteriormente, a infraestrutura está implodindo, por falta de gestão. Essa Diretoria de Futebol vai deixar terra arrasada em um momento que tínhamos todas as condições pra manter o Clube em outro patamar. FORA BRAZ.

  • Essa diretoria conseguiu perder um técnico promissor. Em pouco jogos, mostrou muito mais que em quatro meses do PS. Mas parece que toda pessoa de personalidade forte não é bem vinda no clube.