Canal do Flamengo é hackeado no Youtube; clube tem mais de 6 milhões de inscritos

Na manhã desta segunda-feira (27), o Rubro-Negro foi surpreendido com a invasão


O Flamengo é conhecido mundialmente pela força da torcida que, consequentemente, potencializa o marketing do clube. Nesta segunda-feira (27), tal fato tornou o Rubro-Negro vítima de um ataque de hackers no canal do YouTube, a Flatv.

Com mais de 6,5 milhões de inscritos, o canal teve o controle tomado. Os comentários das publicações foram desativados. Junto a isso, uma live foi iniciada, com o título: “THE MOST GLOBAL CONFERENCE With Michael Saylor! Microstrategy June 2022!“.


Saiba como ganhar dinheiro com jogos de futebol!


VEJA:

Canal do Flamengo no Youtube foi hackeado (Foto: Divulgação/FlaTV)

O Flamengo, vale frisar, conseguiu recuperar o poder do canal ainda na manhã desta segunda-feira (27). Isso era importante, pois a FlaTV também gera dinheiro ao clube. O Rubro-Negro costuma fechar patrocínios, fixos e pontuais, para divulgar determinadas marcas nos vídeos publicados.

Agora, o Rubro-Negro poderá focar somente no próximo compromisso em campo. O Flamengo enfrenta o Tolima (COL) na quarta-feira (29), na Colômbia, às 21h30 (horário de Brasília). Esta partida é válida pela ida das oitavas de final da Copa Libertadores da América.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *