Flamengo atropela o América-MG, se afasta do Z-4 e ganha confiança antes de oitavas da Libertadores

Equipe rubro-negra voltou a vencer no Maracanã e fez a festa da torcida

O Flamengo enfrentou o América-MG na noite deste sábado (25), pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. Pressionado, o Rubro-Negro soube usar o fator casa e conseguiu vencer por 3 a 0, com gols de Gabigol e Everton Ribeiro e Marinho. O triunfo levou o time comandado por Dorival Júnior à marca de 18 pontos no Brasileirão, dando um respiro em relação ao Z-4 e aumentando a confiança para ir à Colômbia, onde encara o Tolima, no jogo de ida das oitavas de final da Libertadores.

O JOGO

Sem jogadores de velocidade no ataque, o Flamengo chegou com uma proposta de manter a posse de bola e envolver o adversário através das trocas de passes rápidos. O América, por sua vez, subiu as linhas para fazer uma pressão alta na saída de bola do Fla, mas se retrancava com os 11 jogadores atrás da linha da bola quando o Rubro-Negro passava do meio campo.

Apesar do domínio da posse, o Flamengo demorou a assustar o adversário. A primeira finalização ocorreu apenas aos 20 minutos. Depois de uma tentativa de bola aérea, Andreas Pereira teve a sobra para arriscar, mas mandou por cima da meta.


Saiba como ganhar dinheiro com jogos de futebol!


Depois de Andreas tentar pela primeira vez, o Flamengo passou a criar mais chances de ataque. Aos 25′, Rodinei arriscou de fora da área e a bola passou tirando tinta da trave. Depois, Gabigol chegou ainda mais perto em lance semelhante: o camisa 9 arriscou de longe, a bola desviou e bateu no travessão.

Aos 35 minutos, o goleiro Cavichiolli foi forçado a trabalhar. Da intermediária, João Gomes arriscou um chute no canto, e a bola tinha endereço. O arqueiro, porém, foi bem e conseguiu encaixar a finalização.

Poucos minutos depois, aos 40, o adversário não teve a mesma sorte, pois Gabigol aproveitou a chance e abriu o placar. O lance do gol foi rápido: o goleiro Santos cobrou tiro de meta buscando Pedro. O camisa 21 ganhou a disputa aérea com um drible de corpo e foi rápido para acionar Gabriel, que finalizou de primeira e balançou as redes.

Depois do gol do Flamengo, o América tentou sair mais para o jogo, mas nenhuma das equipes teve grandes chances de mexer no placar. Vale destacar que, na etapa inicial, o volante João Gomes recebeu cartão amarelo, fato que gerou sua suspensão para o próximo compromisso do Fla no Brasileirão, contra o Santos.

No segundo tempo, o Flamengo começou a todo vapor. Em dois minutos, o Rubro-Negro teve três chances claras para ampliar o placar. A primeira foi com Gabigol, que recebeu passe em profundidade de Arrascaeta e saiu cara a cara com o goleiro. Com muito espaço, o camisa 9 demorou a se decidiu, e o goleiro conseguiu abafar o lance.

Na sequência, o lance praticamente ‘se repetiu’, com Arrascaeta passando para Gabigol. Desta vez, o atacante decidiu rápido o que faria, arrematando de pé direito. O goleiro Cavichiolli novamente foi mais feliz, conseguindo defender a finalização.

A terceira chance em sequência, ainda aos 2 minutos de segundo tempo, foi com Pedro. O atacante recebeu na ponta esquerda e partiu em diagonal. O atleta driblou dois adversários, com direito a uma caneta no zagueiro. Na sequência, na hora de tirar a nota 10, Pedro bateu mal e a bola foi por cima.

A chuva de chances perdidas continuou e, dessa vez, com um lance ainda mais intrigante. Aos 8 minutos, a arbitragem assinalou pênalti sobre Arrascaeta. Gabigol assumiu a responsabilidade, mas mandou a bola para fora, desperdiçando a quarta oportunidade de gol do Flamengo em menos de 10 minutos.

Com o América-MG mantendo postura alta, o jogo ficou mais agitado. Aos 17 minutos, o time adversário deu um grande susto no Flamengo. Após cobrança de escanteio, Pedrinho aproveitou a sobra chegou a marcar gol, mas o lance foi anulado por impedimento.

O Flamengo tentou responder rápido, e Pedro passou perto de ampliar a vantagem aos 19′. O atacante fez boa movimentação e recebeu passe de João Gomes na medida. Na saída do goleiro, Pedro encheu o pé e, de esquerda, acertou a trave, levantando a torcida no Maracanã.

Sem matar o jogo, o Flamengo levou mais um susto aos 23 minutos. Em lance de contra-ataque, Pedrinho conseguiu driblar Gustavo Henrique e passou para a Aloísio. O atacante finalizou travado com Léo Pereira, mas a bola ainda desviou em Gustavo Henrique e quase foi contra a meta do Fla

Para aproveitar melhor os espaços dados pelo América, Dorival Junior decidiu acionar mais um meia. Everton Ribeiro, que começou no banco, entrou no lugar de Gabigol. O camisa 7 deu a resposta rápida dentro de campo e ajudou o Flamengo a marcar o segundo gol.

Em contra-ataque, Pedro passou para Everton Ribeiro. O meia invadiu a área e, cara a cara com o goleiro, foi solidário, passando para o Arrascaeta. Com o gol escancarado, o uruguaio só completou para o fundo das redes e fez a torcida explodir no Maracanã aos 25 minutos.

Com o placar mais confortável, Dorival Júnior decidiu tirar jogadores importantes, já pensando no jogo do meio de semana, contra o Tolima (COL), pelas oitavas de final da Libertadores. Arrascaeta e Andreas Pereira, dando lugar a Lázaro e Diego Ribas.

O América, por sua vez, passou a incomodar mais. Aos 30 minutos, Matheusinho tocou para Pedrinho. O atacante encheu o pé, mas Santos fez grande defesa para impedir o gol adversário. Pouco depois, o camisa 20 do Flamengo voltou a impedir que o adversário balançasse as redes. Dessa vez, foi Aloísio quem tentou, e a bola iria no cantinho, mas Santos foi bem para mandar para escanteio.

Tentando voltar a ter o controle do jogo, Dorival Junior acionou Willian Arão e Marinho. Para estas entradas, Pedro e João Gomes foram sacados. O volante, que fez grande exibição, saiu ovacionado pela torcida.

Aos 44 minutos, o Flamengo ainda teve mais uma chance de marcar, e seria um gol de placa. Thiago Maia recebeu bola aérea na área, dominou, limpou da marcação e emendou uma linda bicicleta. A bola bateu na rede pelo lado de fora, e parte da torcida chegou a gritar gol.

O grito de verdade saiu aos 46 minutos, com Marinho. O camisa 31 fez sua jogada característica, puxando da direita para o meio e finalizando forte. A bola foi no cantinho e não deu chance de defesa para o goleiro, garantindo a vitória por 3 a 0.

Com a vitória, o Flamengo chegou a 18 pontos no Brasileirão e ganhou respiro na competição, visto que a equipe estava ameaçada pela zona de rebaixamento. O time agora dorme na oitava colocação da tabela, mas pode perder posições com os jogos que ainda estão a ser disputados na rodada.

Sem tempo para comemorar, o Rubro-Negro vira a chave para o importante jogo da quarta-feira (29), contra o Tolima (COL). Nas oitavas da Libertadores, o Flamengo faz o primeiro jogo em Ibagué, ou seja, fora de casa. A volta, por sua vez, está marcada para o dia 06 de julho, no Maracanã.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • “Flamengo atropela…”???. Pensei que tinha sido 6 x 0. Não estou entendendo esse estardalhaço todo… quando vi as notícias pensei que o Flamengo havia ganho a final da Libertadores contra o Palmeiras… sinceramente, ganhar do América é bom mas não é pra tanto. Boa acordar cedo e trabalhar mais!