Flamengo procurou técnico do Cruzeiro para substituir Paulo Sousa, afirma jornalista

Agente diz que o treinador está focado em seu trabalho e não pretende deixar o clube


Após chegar no limite com o técnico Paulo Sousa, o Flamengo preferiu esperar para demitir o comandante até que estivesse com o substituto ‘engatilhado’. Entre os nomes que foram procurados pelo clube, até a confirmação de Dorival Junior, está o de Paulo Pezzolano, treinador do Cruzeiro.

O Mengo, no entanto, teria recebido uma resposta negativa do treinador, que não tem pretenções de deixar o Cruzeiro neste momento da temporada. Segundo empresário do técnico, Mathias Ferragut, o uruguaio estaria focado em seu trabalho na disputa da Série B. A informação é do jornalista Jorge Nicola.

Paulo Pezzolano foi o escolhido por Ronaldo para ser o comandante da equipe pouco depois da venda da SAF do Cruzeiro para o Fenômeno. O técnico uruguaio já comandou a equipe em 29 partidas e é líder da Série B. Ao todo são 21 vitórias, dois empates e seis derrotas à frente do clube mineiro.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!



Outro técnico procurado pelo Flamengo foi Cuca, que está desempregado desde que deixou o Atlético-MG no ano passado. O treinador foi outro que recusou o Mengo, afirmando estar focado em um projeto social e com viagem marcada para o Qatar, onde irá acompanhar o Mundial de perto.

Com as negativas, o Rubro-Negro recorreu à Dorival Junior, que concordou com os termos do clube e aceitou vir treinar a equipe. O novo comandante foi anunciado oficialmente nesta sexta-feira (10) e já está com a documentação regularizada no BID. Sua estreia está marcada para este sábado (11), contra o Internacional, às 21h, no Beira-Rio. O duelo terá exibição do Premiere FC, mas o Coluna do Fla traz a transmissão mais rubro-negra da internet, via Youtube.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Jorge Nicola é uma piada😂😂😂😂😂😂

  • Agentes e Investidores em profissionais do futebol:
    Aproveitem a oportunidade da ocasião para valorizar seu cavalo de raça hoje, divulgando que eles recusaram assédio do Mengão para contratá-los, ainda que o façam para jornalistas de internet sem reputação.
    Será que mais algum, além dos patronos do Cuca, Vojvoda, Barbieri, José Golfinho, Boto e do tal general Pazuellano da segunda divisão, vai querer aparecer tirando uma casquinha divulgando na vitrine do Mengão?
    Se não, então é porque esses tiveram a santa dignidade e o auto reconhecimento que
    PRECISAM DEIXAR O NOSSO MENGÃO EM PAZ
    ficando de fora da Cambada que do Mengão o sangue suga.