Marcos Braz abre o jogo sobre sondagem por Oscar e divulga status da negociação

Vice-presidente do Flamengo não deixou brechas ao falar sobre o meia-atacante


A segunda-feira (18) é a data que abre a janela de transferências internacionais no futebol brasileiro. Um dos clubes mais empolgados com o período é o Flamengo. Com Everton Cebolinha e Arturo Vidal já devidamente apresentados, o Mais Querido segue ativo no mercado em busca de mais reforços. Na procura por jogadores que possam enriquecer o elenco flamenguista, Marcos Braz, vice-presidente do Mengo, revelou que fez consulta por Oscar, meia-atacante do Shanghai Port (CHN).

Há mais ou menos dez dias eu fiz uma consulta a quem cuida da carreira dele (Oscar) sobre a possibilidade de retorno. Ele me disse que o jogador está resolvendo problemas pessoais, mas há muita dificuldade em ter autorização do clube. Eu perguntei qual seria a faixa salarial e, quando soube do salário, fiquei querendo saber mais detalhes, se tinha outros pontos, outros valores, porque era um valor bem considerável e até desanimei. Foi só isso que aconteceu. O Flamengo nunca entrou em negociação com o clube chinês — revelou Marcos Braz, em coletiva de apresentação do chileno Arturo Vidal, nesta segunda (18), antes de completar:

— O Oscar seria uma grata surpresa não só para a torcida, mas para todos nós. Mas, a gente está avaliando pra ver se consegue trazer ainda nessa janela.


As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!


Oscar tem contrato com o Shanghai Port até novembro de 2024, ganhando um salário mensal que gira em torno de R$ 9,5 milhões. Sem ter nenhum desejo de vender o jogador de 30 anos, o time chinês, ao menos, aceitou liberar o brasileiro até dezembro deste ano. Este, inclusive, é o motivo pelo qual a sondagem ganhou corpo e se tornou uma negociação, de fato.

Marcos Braz, na coletiva, revelou que fez a sondagem, mas deixou em aberto se mantém conversas com o estafe do atleta. Como o próprio dirigente disse, o que o assustou foi o salário do meia-atacante. No entanto, conforme a reportagem do Coluna do Fla apurou, existem conversas entre Flamengo e empresários do brasileiro. O objetivo do Mais Querido é, portanto, convencer o Oscar a aceitar vencimentos na casa de R$ 1,5 milhão por mês.

Aos 30 anos, Oscar está na China desde janeiro de 2017, quando deixou o Chelsea (ING) para jogar pelo Shanghai. Sem atuar no futebol brasileiro desde 2010, a família do jogador vê com bons olhos um retorno ao Brasil. Em contrapartida, tendo em vista a realidade do mercado canarinho, o meia-atacante precisaria reduzir drasticamente o salário para vestir a camisa do Flamengo até dezembro de 2022.

Veja também

  • Não precisamos do Oscar. Não tem lógica pagar 1 milhão e meio pro cara ficar 3 meses. Não precisamos bagunçar a escalação e criar tensão no elenco. Por esse valor dá pra trazer mais de 3 jogadores de excelente nível e tornar o clube imbatível. Se vier a única explicação seria esse estranho relacionamento BRAZ e Bertolucci. Hummmm

  • O Flamengo não pode fazer loucura, não pode pagar salários acima do teto do clube, vai abrir procedente para outros jogadores (e pode também desmotivar) querer ganhar mais, será insuportável, melhor não contratar.

Comentários não são permitidos.