Dirigente do Flamengo abre o jogo sobre contratações de Wendel e Walace

Mengo abriu negociações com os volantes, mas conversas não avançaram


Na última quinta-feira (29), o PODFLA, podcast do Coluna do Fla, recebeu o vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz. Em entrevista ao programa, o dirigente rubro-negro falou sobre a possibilidade de contratações dois jogadores que negociaram com o Fla nesta temporada para 2023. Parte do planejamento leva em conta a conquista a Libertadores da América, que dará vaga ao Mengo para a disputa do Mundial de Clubes.

— (Wendel) Renovou também lá (na Rússia). Pegou extensão de contrato, renovou, provávelmente não sairá nem para lá nem para lugar nenhum. (Walace) A Udinese (ITA) quis 10 milhões de euros. A gente fez o possível para que se baixasse o valor. O Flamengo entendia que não poderia chegar nesse valor. O jogador foi muito correto com o Flamengo, foi profissional e é com a Udinese, tá lá, até hoje, jogando bem. Só que, infelizmente, não chegou (as negociações) também em um nível para avançar. Não vou falar que há ou não a possibilidade (de reforçar o Flamengo), o que eu posso falar é que, nesses valores, o Flamengo tem dificuldade em trazer esse jogador -, disse o dirigente, antes de prosseguir:

Mas o mais importante é que quando você inicia uma janela (de transferências), não é que você chega e vai para o mercado aloprado, de qualquer maneira. Se não trouxer A, vem B, se não trouxer C… Mas o Flamengo quando se posiciona no mercado se posiciona não só em algumas situações, mas sempre com outras alternativas para que você possa trazer os melhores jogadores possíveis -, completou.

VEJA O CORTE:

Em meio às negociações com o Flamengo, Wendel recebeu uma oferta de renovação do Zenit, com contrato maior e valorização salarial, por conta disso, optou por permanecer na Rússia. Com isso, o Rubro-Negro foi atrás de Erick Pulgar, que pertencia à Fiorentina (ITA). O Fla comprou o volante chileno por cerca de 2,8 milhões de euros (algo em torno R$ 15 milhões na cotação da época).


Ganhe dinheiro com vitórias do Flamengo!



Já Walace se acertou com o Flamengo, mas o Mais Querido não conseguiu entrar em um acordo com a Udinese. A proposta rubro-negra estava abaixo dos valores pedidos pelo clube italiano, que fez jogo duro e se tornou irredutível durante as tratativas. O time de Údine pedia uma quantia de 10 milhões de euros na época, e o Mengo tentava abaixar a pedida para 6 milhões de euros.

Além da dupla, Marcos Braz ainda comentou a possibilidade de contratar outro nome especulado no Flamengo na temporada. Trata-se do Oscar, que ficou perto de reforçar o Mais Querido até o final deste ano. O dirigente rubro-negro revelou o desejo de contar com o meia e revelou que o nome do brasileiro ainda está em pauta no Mengo, mas somente enquanto o jogador ainda estiver no Brasil.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *