Fenerbahçe oferece R$ 168 milhões por Gabigol, diz jornal turco

Proposta foi feita após pedido de Jorge Jesus


A janela de transferências internacionais está fechada, mas os clubes europeus já miram o mercado de inverno, que será aberto a partir de janeiro de 2023. Desta forma, a pedido do técnico Jorge Jesus, o Fenerbahçe (TUR) ofereceu 33 milhões de euros (cerca de R$ 168 milhões na cotação atual) pelo atacante Gabigol, do Flamengo.

Segundo o jornal turco Fanatik, o treinador Jorge Jesus não está satisfeito com os atacantes que possui no Fenerbahçe e pretende contar com Gabigol na próxima janela de transferências. Portanto, o time da Turquia ofereceu R$ 168 milhões para tirar o camisa 9 do Flamengo, que faz ótima campanha na atual temporada sob o comando técnico de Dorival Júnior.


Quer comprar produtos do Flamengo pela internet? Conheça a loja mais rápida e segura!


Caso o Flamengo aceite negociar Gabigol com o time turco, o Rubro-Negro terá lucro de 15 milhões de euros (cerca de R$ 76 milhões na cotação atual). Isso porque, o Mais Querido pagou 18 milhões de euros pelo atual camisa 9 da Gávea no início de 2020, após o atacante ser decisivo nas principais conquistas do clube: o Campeonato Brasileiro e a Libertadores da América de 2019.

Apesar da proposta do Fenerbahçe, Gabigol continua à disposição do Flamengo para as próximas partidas da temporada. Nesta quarta-feira (28), o jogador estará em campo diante do Fortaleza, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro, na Arena Castelão. O confronto terá exibição do Premiere FC, via pay-per-view. O Coluna do Fla, por sua vez, traz a transmissão mais rubro-negra da internet, no YouTube.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Vende! Mas, por 40 mi de EUROS ou DÓLARES… Mas, p isso terá q reconhecer mais esse erro, o outro foi ter vendido o MICHAEL q era quem decidia sempre p todos, e também fazer algo p trazer o RODRIGO MUNIZ de VOLTA. Um empréstimo?! Uma parceria, sociedade?… P eles creio q seria m bom. Ainda mais agora q temos, não sei até qdo…, um técnico m inteligente q foi capaz,bom único, de juntar o PEDRO e o GABIGOL. Qto a este, o JJ saberá lhe proporcionar novamente o sucesso de antes. Quem sabe o BH também não vá depois?…

  • Complementando meu comentário abaixo. Não se pode negar que o Gabigol é muito importante para o atual time do Flamengo, embora ele esteja muito longe daquele desempenho mágico que ele alcançou no segundo semestre de 2019. Mas, não se pode confundir as coisas. O fato dele ser um jogador importante para o Mais Querido na atualidade não significa que os europeus estarão dispostos a pagar uma fortuna por ele. O futebol brasileiro (e o sul-americano) é fraco tática, técnica e até fisicamente, enquanto na Europa se joga em outra rotação. O jogador que se destaca aqui não necessariamente vai brilhar no Velho Continente. Vejam o exemplo do Hulk do Atlético- MG. Ele foi o melhor atleta brasileiro no ano passado, mesmo vindo da China. Nem quando ele estava em seu auge técnico na Europa ele conseguiu sair de Portugal ou da Ucrânia para jogar nos clubes mais ricos e importantes do continente, como Barcelona, Manchester United ou Liverpool, mas foi “rei” aqui no Brasil em 2021, apesar de estar caminhando para o fim da carreira. Do atual ataque do Mais Querido, apenas o Pedro, se tiver chances concedidas por Tite e destacar-se na Copa do Mundo, poderá receber uma proposta de 30 milhões ou mais de euros de um clube europeu. Podem ficar tranquilos. Gabigol vai cumprir seu atual contrato no Mengão( e deve até estendê-lo) porque nenhum clube europeu vai pagar mais por ele do que os quase 20 milhões que o Mais Querido pagou a Inter de Milão. Essa notícia turca é mais uma fake news como tantas outras que a imprensa mundial(principalmente a tupiquiniquim) espalha todos os dias.

  • Urubu Rei, estou falando isso há tempos!

  • A matéria deveria levar em conta que o euro sofreu expressiva desvalorização de 2019 para cá, sendo equivocado afirmar que, se algo que foi comprado por 10 euros em 2019 e vendido por 12 euros em 2023 representou um “lucro” de 2 euros.

  • Não acredito na notícia mas sempre digo isso, o dia que o Gabriel sair do Flamengo todo mundo vai notar de verdade a importância dele para o time. Gabriel não é só o cara que faz gols, é o que busca jogo, dá assistência, vem receber quando a saída de bola não está boa, busca a bola com o Rodinei, com o Filipe, com os volantes, é vibrante em campo, faz tabela, orienta posicionamento. Nenhum outro jogador de ataque hoje tem a influência no jogo do time tão grande quanto o Gabriel. Mas pra quem só vê o chute dentro da área e se fez ou não faz aí ele parece um atacante normal mesmo.

  • Essa notícia me soa muito estranha. Se um clube da Inglaterra oferecesse 33 milhões de euros pelo Gabigol , imediatamente após a temporada de 2019, eu até entenderia porque ele fez sua melhor temporada como atleta profissional naquele ano. O Mengão pagou menos de 20 milhões de euros à Inter de Milão naquela época sem que houvesse concorrência de clubes europeus pelo atleta. No momento, eu acho impossível pagarem esse valor pelo Gabigol. Primeiro, porque ele já não vive o melhor momento de sua carreira. Segundo, porque a gravíssima crise econômica que a Turquia vive(e a Europa também) inviabiliza um investimento tão vultoso em um atleta que não tem mercado para ser revendido na Europa. Sinceramente, essa notícia é tão “verdadeira” como aquela que dizia que Gabigol iria para o Barcelona. Do elenco do Mengão, o único atacante que pode ser negociado para a Europa por mais de 30 milhões de euros é o Pedro, se ele arrebentar na Copa do Mundo.

  • O desejo do jogador sempre foi o de retornar à Europa, mas acabou se identificando tanto com o Flamengo que já andou recusando propostas até de times da Inglaterra. Nessa altura, não sei se ele ainda tem aquele desejo quase paranóico de retornar à Europa. Está feliz no clube. Passa por uma fase ruim, onde os gols que fazia com tanta facilidade no passado agora não acontecem com frequência, e ainda mais vendo o companheiro de ataque fazendo gols a rodo. Isso aumenta a ansiedade e prejudica seu desempenho. Além disso, passou a dar muita importância a uma questionável carreira de funkeiro, o que acaba tb mudando um foco que deveria estar totalmente no futebol. Com a queda na performance, já não foi reconvocado pra Seleção e ao que parece não vai ao Catar. É caso de parar pra pensar.
    O que Gabigol precisa, para voltar a ser o de antes, é mais de paciência e conselhos do que de qualquer outra coisa. Não desaprendeu de jogar futebol, apenas passou a jogar de outro jeito e com outro companheiro de ataque. Vendê-lo agora pode encher os olhos de alguns, por conta dos valores impressionantes, mas a perda esportiva seria enorme, e lamentável. Que prevaleça o bom senso, tanto da parte da diretoria quanto do jogador.

  • Se vender, não só teremos prejuízo técnico, como também muda todo o esquema de jogo já adotado pelo Flamengo: teremos que jogar no 4-2-3-1, efetivando o Cebolinha na esquerda e o Éverton na direita, deixando o Pedro como centroavante clássico. Para variar, teremos que dispor de peça de reposição e para jogar no “padrão Flamengo”, certamente não vai sair barato. Conclusão. Não vendam! Ao menos, enquanto a temporada não terminar.

  • Vende logo pv. Ótima oferta.

  • acho dificil o fener ter feito uma proposta dessa. É quase que o dobro da maior oferta por um jogador que eles ja fizeram na história.

    E outra 33 milhoes por um jogador como o gabi tem que pensar mto direitinho. Ele é extremamente idenficado. É um idolo, é um cara que mete de 20 a 30 gols por temporada. Ainda mais agora com o pedro ganhando destaque ( o que torna ele mirado por monte de time europeu) manter o gabi é essencial

  • Vende correndo, renovar é preciso.