Fla12Maceió: a torcida alagoana que tem planos ousados para acompanhar dia a dia do Flamengo

Compartilhe com os amigos

Em entrevista exclusiva, grupo de torcedores nordestinos detalha criação da Fla12Maceió e revela projeções


Por: Leonardo José

O Flamengo é o clube de maior torcida no Brasil e no mundo. Com mais de 40 milhões de torcedores espalhados por todos os cantos do planeta, um lugar paradisíaco no Nordeste brasileiro também está recheado de rubro-negros. Trata-se de Maceió, capital de Alagoas, berço da “Fla12Maceió”.


As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!


Com intuito de acompanhar o Flamengo e os bastidores do Rubro-Negro, um grupo de torcedores de Maceió se uniram no entorno da mesma causa: ficar por dentro do dia a dia do Mais Querido. Dessa forma, Lucas Queiroz, Udo Gustavo, Gledson, Luiz Felipe, ítalo Gomes, Max Suel Amorim, Luilson, Jediael e Christiano criaram a Fla12Maceió, que já conta com mais de 100 integrantes atualmente. Inclusive, em entrevista exclusiva ao Coluna do Fla, o grupo de fanáticos pelo Mengão revelou alguns planos ousados.

Segundo Lucas Queiroz, um dos integrantes, a Fla12Maceió planeja se tornar embaixada do Flamengo, antes de conquistar o título de consulado: “Queremos estar cada vez mais próximo do clube, participando dos eventos promovidos pela instituição, não só os de encontro das embaixadas, que ocorre anualmente, mas também os eventos sociais, que são muito importantes”.

Engane-se quem acha que a Fla12Maceió é composta apenas por maceioenses. No grupo de torcedores, também tem integrantes de outros estados, ‘como Sergipe, Pernambuco, Paraíba, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e de outras partes do Brasil’, como contou Lucas Queiroz.

Seguindo o script de todos os rubro-negros, a Fla12Maceió também faz uma análise do trabalho de Dorival Júnior no Flamengo. Os integrantes, além de revelar a opinião sobre a renovação do treinador para 2023, projetam um futuro para o quarteto de reforços (Cebolinha, Vidal, Pulgar e Varela) que chegou nesta última janela de transferências. Sendo assim, veja o bate-papo do Coluna do Fla com um pedacinho da Nação na capital alagoana.

CONFIRA A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA

Como surgiu a Fla12 Maceió?

Desde 2014, alguns amigos aqui de Maceió, sempre que podíamos, nos reuníamos em algum lugar, seja em algum barzinho ou na casa de algum de nós para acompanhar os jogos do Flamengo, não só do Campeonato Brasileiro, mas também do Campeonato Carioca, da Copa do Brasil e, principalmente, da Libertadores.

Em meados de 2016, mais precisamente em julho deste mesmo ano, tivemos a ideia de criar um grupo de WhatsApp. Através desse grupo adicionamos alguns amigos com o objetivo de ter uma interação, não só em dias de jogos, mas diariamente, compartilhando notícias do Mais Querido, nossas resenhas e debates envolvendo sempre futebol. A partir da criação do grupo, escolhemos o nome, que hoje é conhecido, não só no WhatsApp, mas também em nosso perfil do Instagram, como “Fla12Maceió”, em alusão ao 12º jogador, que é a Nação Rubro-Negra.

Imagem: Fla12Maceió

Ao passar do tempo foram sendo incluídos novos integrantes, dentre amigos do nosso bairro, de outros bairros aqui de Maceió, bem como de outras cidades do estado de Alagoas, também de outros estados, como Sergipe, Pernambuco, Paraíba, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e outras partes do Brasil. Hoje, temos nosso grupo de WhatsApp, perfil com mais de 1.500 seguidores no Instagram, já fizemos quatro camisas próprias da nossa torcida, bandeirão e temos vários outros objetivos pela frente.

Vocês de Maceió se encontram com a galera de outros lugares?

Sim, a maioria é aqui de Maceió, mas também de outras cidades aqui de Alagoas, que é o caso da nossa amiga Thays, moradora da cidade de São Luiz do Quitunde, bem como várias outras cidades. Além do nosso estado, temos nosso amigo Elias Simão, da Paraíba, rubro-negro fanático; Carlos Felipe, do Rio de Janeiro; amigos de Paraná, Sergipe, Pernambuco e outros estados, todos sempre interagindo em nosso grupo e, sempre que possível, nos encontramos para acompanhar jogos do Mais Querido, tomar aquela cerveja gelada, fazer aquele churrasco e bater aquela resenha, que não pode faltar (risos).

Foto: Fla12Maceió

Sobre a formação da torcida, quais foram os primeiros membros?

Bem, a princípio, nossa torcida era formada com apenas nove membros, sendo os primeiros integrantes: Lucas Queiroz, Udo Gustavo, Gledson, Luiz Felipe, ítalo Gomes, Max Suel Amorim, Luilson, Jediael e Christiano. Posteriormente, novos integrantes foram sendo adicionados e, hoje, somos mais de 100 amigos em nosso grupo e mais de mil seguidores em nosso Instagram, espalhados por todo o Brasil.

Quantas pessoas fazem parte da Fla12Maceió agora?

Hoje somos mais de 100 amigos acompanhando diariamente o Flamengo, através de notícias, debate sobre o dia a dia do clube, da política, das contratações e principalmente dos jogos nas principais competições. Sempre tem aquele pré-jogo e pós-jogo entre a gente. Há também os pitacos nas escalações, nas substituições e durante o jogo, que é normal de todo apaixonado por futebol, e não seria diferente com a Nação.

Quais são os planos de crescimento da torcida agora?

Hoje, somos uma torcida de amigos apaixonados pelo Flamengo, mas temos como objetivo, em breve, nos tornamos embaixada e, quem sabe, mais à frente, nos tornarmos consulado aqui em Maceió. Consequentemente, queremos estar cada vez mais próximo do clube, participando dos eventos promovidos pela instituição, não só os de encontro das embaixadas, que ocorre anualmente, mas também os eventos sociais, que são muito importantes.

Foto: Fla12Maceió

SOBRE O FLAMENGO DENTRO DE CAMPO

Cebolinha, Vidal, Pulgar e Varela: o que vocês esperam desse quinteto? Todos vão conseguir ir bem ou algum deles vai ser surpresa negativa?

Creio que, levando em consideração o ambiente do clube, a infraestrutura de primeiro mundo, o profissionalismo, o grupo que é muito forte e de muita qualidade, devem ir bem. Tudo isso influencia no dia a dia do profissional de alto nível para desenvolver um grande trabalho. Se depender da torcida da Nação, todos nós vamos torcer para que possam se sair bem no nosso Flamengo e, se Deus quiser, vamos comemorar vários títulos esse ano juntos.

Há um consenso na Fla12Maceió sobre o trabalho de Dorival Júnior no Flamengo? Ele deve continuar para 2023?

Tendo como base o que é debatido hoje em nosso grupo de WhatsApp, o Dorival Júnior é unânime com relação ao excelente trabalho desenvolvido no Flamengo. Estamos vendo, hoje, um trabalho consistente, de qualidade e sem “invenção”, diferente do que era exercido pelo Paulo Sousa.

Tivemos um início de ano muito complicado, podíamos estar fora da Libertadores e da Copa do Brasil, e até mesmo brigando na parte de baixo da tabela. Mas, graças ao trabalho do Dorival e sua comissão, houve uma grande recuperação de vários atletas, não só em relação à parte física, que é muito importante, mas também à confiança.

Estamos vendo um outro time em campo, uma outra defesa, muito mais consistente, e consequentemente nós, torcedores, estamos confiantes de que esse ano iremos levantar pelo menos uma taça importante. Sem dúvidas, ele (Dorival) deveria, sim, ter seu contrato renovado pela diretoria para a próxima temporada e continuar esse excelente trabalho.

Compartilhe com os amigos

Veja também