RACISTA! Agente espanhol diz que Vinicius Jr deve “deixar de ser macaco” em programa ao vivo

Pedro Bravo reclamou do estilo do jogador comemorar quando faz gol em partidas do Real Madrid (ESP)


Vinicius Júnior tem se consolidado como um dos maiores jogadores brasileiros da atualidade. Defendendo o Real Madrid (ESP), o jogador, revelado pelo Flamengo, foi alvo de racismo. Isso porque, Pedro Bravo, presidente da Associação de Agentes Espanhóis, disse, em participação no programa “El Chiringuito”, que o atleta tem que “deixar de ser macaco”.

“Você (Vini Jr) tem que respeitar o rival. Se quer dançar, que vá ao sambódromo no Brasil. Aqui você tem que respeitar os companheiros e deixar de ser macaco”, disse, o agente, no programa que foi ao ar na noite desta quinta-feira (15). Momentos depois, Pedro Bravo usou as redes sociais para se justificar.

“Quero esclarecer que a expressão “fazer macaquice” que utilizei mal ao qualificar a dança do Vinicius na comemoração dos gols foi de maneira metafórica (“fazer idiotices”). Como minha intenção não foi de ofender ninguém, peço sinceramente desculpas. Sinto muito”, escreveu, no Twitter.


As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!


 

VEJA O VÍDEO:

Vale destacar que as comemorações de Vinicius Júnior, que costuma dançar depois de fazer gols, têm repercutido na imprensa espanhola nos últimos dias. Na temporada atual, o Cria do Flamengo entrou em campo em oito jogos e já balançou as redes adversárias em cinco oportunidades. Além disso, o jogador concedeu três assistências aos companheiros, toalizando participação direta em oito tentos do time espanhol.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • E ele tem que parar de ser racista.

  • Fogo nos racistas!!

  • Parabéns pelo comentário lucido Raul

  • Racismo é racismo. No Brasil, estudado a fundo por antropólogos nacionais e de outros países, existe a pior forma de racismo para se combater, o chamado racismo enrustido, que permite que um racista, por exemplo, seja amigo de um negro a quem chama de “Negão”, embora não se refira a outro amigo branco de “Brancão”. O rascista enrustido anda com negros, mas não desejaria ver sua irmã casada com um deles. A maioria deles não imitaria um macaco nas arquibancadas, mas se sentiria desconfortável tendo um chefe negro. O racismo brasileiro aparece com força nas composições dos órgãos de poder, onde a presença de negros é quase nula,. Entre técnicos e dirigentes de futebol também é visível a manifestação do racismo enrustido. E por aí iríamos…

  • tem que entrar com um processo contra esse cara que falta de respeito vc pode comemorar os gols do jeito jeito desde que nao ofenda e nen agrida ninghuem.

  • Não sou a favor de enquadrar tudo como racismo, mas esse cara aí provou ser um racista filho da puta! Não venha agora que já falou merda, vir com desculpa esfarrapada! O preconceito foi escancarado contra o jeito do Vini comemorar os gols e pior do que isso, o racismo ao compará-lo com um macaco! Esse cara tem que ser punido com rigor!

  • Venho ao twitter deixar claro que o que eu disse foi: “- Vou ser processador e perder um dinheiro.”