Olivinha revela segredo para motivação após 500 jogos no NBB: “Como se fosse o primeiro”

Olivinha é um dos principais jogadores da história do basquete rubro-negro


Neste sábado (19), o Flamengo venceu o Caxias do Sul pelo placar de 80 a 69, em duelo válido pela oitava rodada no Novo Basquete Brasil (NBB). Diante desse triunfo conquistado no Maracanãzinho, o Mengo chegou aos 15 pontos na competição. Fazendo o jogo de número 500 pela competição nacional, Olivinha analisou a atuação na partida e não escondeu a felicidade em conseguir alcançar a marca.

— Esse jogo 500 foi como se fosse o jogo número 1. A vontade é a mesma, à disposição é a mesma, a raça que eu coloco dentro da quadra é a mesma. Eu venho todos os dias aqui pensando que é o meu primeiro jogo pelo Flamengo, que eu tenho uma torcida que está me apoiando do início até o final do jogo. Eu tento representar a torcida da melhor maneira possível e hoje foi mais um jogo que deu tudo certo pra gente — declarou, antes de concluir:

— Eu pude ter alguns lances dos que eu mais gosto de fazer dentro da quadra, que é salvar as bolas quase que impossíveis. Fico feliz com a atuação que eu tive hoje aqui (Maracanãzinho), e por ter ajudado o Flamengo a sair com a vitória que é o mais importante — finalizou Olivinha.


As melhores ofertas para produtos do Flamengo: aproveite desconto e brindes!


Vale destacar que, mesmo não sendo um dos destaques do Flamengo no embate, Olivinha realizou uma partida segura. Permanecendo em quadra por 23 minutos, o atleta marcou 11 pontos, teve sete rebotes e deu uma assistência. Durante o início e o fim do embate, o camisa 16 foi bastante ovacionado pela torcida que esteve presente no Maracanãzinho.

Olivinha é um dos principais jogadores da história do basquete rubro-negro. Entre idas e vindas, o atleta já chegou aos dez anos completados vestindo o Manto Sagrado. Além do tempo na trajetória, o ‘Deus da Raça’, como é carinhosamente chamado, acumula títulos. São eles: bicampeão Mundial, bicampeão da América, hexacampeão do NBB, bicampeão do Super 8 e decacampeão estadual.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *