Presidente do Flamengo quebra silêncio sobre negociação por Gerson

Rodolfo Landim abriu o jogo acerca das conversas para ter Gerson no Flamengo


O Flamengo está ativo no mercado da bola e busca reforços para 2023. Presidente do Rubro-Negro, Rodolfo Landim está no Catar para acompanhar a estreia da Seleção Brasileira na Copa do Mundo, nesta quinta-feira (24). Quando chegava ao Lusail Stadium, palco de Brasil x Sérvia, o dirigente foi perguntado sobre a negociação do Fla com o Olympique de Marselha (FRA) para ter Gerson. Na resposta, o cartola abriu o jogo.

Encerramos (negociação). Não dá. Não sei se é uma estratégia do Olympique para tentar botar o preço dele acima até do nível do preço que nós vendemos. Por esse preço nós vendemos, não vamos comprar. É muito claro que está além. Imagino que, pelo Gerson, por tudo que ele demonstrou, ele quer vir para o Flamengo. Ele gostaria de estar aqui no Flamengo, e o Flamengo gostaria muito de ter ele também — revelou Landim, antes de concluir:

O problema a gente até entende, é o valor que o Olympique está cobrando. Ele tem o direito de cobrar, tem o jogador sob contrato. É um valor que está, realmente, muito além do valor que a gente está podendo pagar — completou Landim.


Clique aqui e ganhe R$50 de bônus para jogar no galera.bet


O Flamengo fez proposta de 9,5 milhões de euros (R$ 52,2 mi) por 60% dos direitos econômicos de Gerson + 4 milhões de euros (R$ 22 mi) por 20% após metas e abatimento da dívida de 6,5 milhões de euros (R$ 35,7 mi) do Olympique de Marselha. No entanto, o time francês quer vender toda sua parte (80%) de uma vez, por 13,5 milhões de euros (R$ 74,2 mi) e abatimento da dívida de 6,5 milhões de euros (R$ 35,7 mi).

Depois de brilhar no Flamengo entre 2019 e 2021, Gerson foi comprado pelo Olympique por 20,5 milhões de euros (R$ 123 milhões na época). O clube francês ainda tem três parcelas abertas pelo meia, que perdeu espaço na França desde a chegada do técnico croata Igor Tudor para substituir o argentino Jorge Sampaoli.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Sou crítico em relação a essa atual diretoria, mas dessa vez confesso que gostei da forma com que lidaram com esta contratação, tanto em relação a forma de negociação, quanto com os valores propostos. Apesar de baixos para o “padrão Gerson”, eles foram bem costurados e deram margem para o clube detentor faturar com uma possível venda, o que é algo muito provável pelo fato do Flamengo ser uma bela vitrine para o futebol mundial.
    Ainda assim, continuo achando a sua aquisição desnecessária (ou pelo menos, não tão prioritária em relação a outras posições)…

  • Essa diretoria só compra dinossauro e nem consegue vender Rodinei e etc, vou cancelar o sócio torcedor meu dinheiro não é capim!!@@

  • No final das contas o valor que o Flamengo quer pagar e o valor que o olimpic quer é o mesmo, so muda a forma de pagamento, pelo amor né.

  • Comprar jogador vindo até o Flamengo essa diretoria bolsominion não quer. Eles querem viajar dois meses para a Europa por conta do Flamengo e trazer refugo. Já é rotina.

  • Isto é bom para os dirigentes do Flamengo aprendam, quando for vender jogadores (vendem por 2 e amanhã quem comprou vende por 6), são vários exemplos não só de jogadores do Flamengo como de outros clubes brasileiros, vejam os jogadores da nossa seleção, a maioria jogam no exterior, tente comprar um que jogue como titular ou reserva, não tem dinheiro para comprar, eles são valorizados.