Jogadores do Flamengo entendem que Sampaoli e Vítor Pereira destruíram legado de Dorival

Compartilhe com os amigos

Jorge Sampaoli e Vítor Pereira foram os treinadores do Flamengo em 2023


O Flamengo ganhou Copa do Brasil e Libertadores da América em 2022, com Dorival Júnior. O clube, porém, não quis renovar com o treinador e escolheu Vítor Pereira para iniciar em 2023. Depois do fracasso do português, Jorge Sampaoli assumiu o time. No entanto, na visão dos jogadores do elenco, os estrangeiros destruíram todo o trabalho construído pelo comandante do ano passado.

Vítor Pereira e Jorge Sampaoli tem perfis de gestão de grupo completamente diferente de Dorival Júnior, na visão dos atletas. Os estrangeiros são mais enérgicos e de pouco diálogo com os jogadores, já o brasileiro tem o estilo mais ‘paizão’. A informação foi divulgada pelo portal ‘O Globo’.

Especificamente sobre Jorge Sampaoli, o elenco entende que não há confiança emocional suficiente para lidar com o mau momento, além da questão tática, diferentemente de Dorival Júnior. No domingo (17), na derrota por 1 a 0 para o São Paulo, no Maracanã, o treinador do Flamengo deu sinais de que não estava ‘no melhor dia’ na questão de humor.

Na reta final do primeiro tempo, Jorge Sampaoli abandonou o time, deixando o gramado faltando dois minutos para o intervalo. Já no apito final de Anderson Daronco, o treinador, irritado, chutou e derrubou um grande de proteção, que estava no túnel do vestiário. Além disso, na parada para hidratação, o técnico pouco conversou com os atletas, enquanto do lado do São Paulo, Dorival Júnior deu várias orientações táticas à equipe.

Apesar dos problemas, o vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz, garantiu a permanência de Jorge Sampaoli no jogo de volta contra o São Paulo, no próximo domingo (24), no Morumbi. Antes da final da Copa do Brasil, o Rubro-Negro encara o Goiás, pelo Campeonato Brasileiro, na quarta-feira (20). A bola rola às 19h (horário de Brasília), no Estádio da Serrinha, em Goiânia.

Compartilhe com os amigos

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Se querem manter um treinador com as características européias, precisam mandar embora os medalhões mimados que querem cafuné do técnico e contratar novos jogadores profissionais modernos, aqueles que vão ralar pra cacete e vão pra casa sem chorar. Jogador brasileiro é TD 171!🤬

  • Ninguém vai comentar sobre a mordida do Braz em torcedor?..tô começando a achar que daqui a pouco o Allan vai ser o segurança “Pitbull” do Braz. No futebol não está vingando….. a final pagar caro pra ter jogador só em departamento médico e o clube só se envolve com notícias de página policial é de fato a cara do carioca flamerda… kkkkkkkk 🤣🤣🤣🤣🤣

  • Em tempo. Menos galera. Dorival não é essas coisas de técnico, o Flamengo sempre mereceu mais e tem dim dim para mais (Oto Patamar). Dorival apenas se deu bem ano passado porque não passa de outro coleguinha de jogadores. Basta ver o sufoco que passou no segundo tempo desse último jogo contra jogadores que sequer chutavam a gol. Quando era o nosso técnico passou pelo Corinthians no sufoco e porque o Roger Guedes perdeu um gol debaixo da trave. Passou pelo Atlético Paranaense apenas porque houve a expulsão no início do jogo. Dorival é limitado, é arroz com feijão e só. Agora depois dessa sucessão de escolhas do BRAZ, até eu tenho saudade do Dorival.

  • Era uma vez um grupo de jogadores com salários altíssimos resolveu usurpar a gestão do clube porque sentiu que a Diretoria não estava nem aí para o planejamento do futebol. Quando perceberam que a diretoria apenas se importava com política e dinheiro, os jogadores gradativamente tomaram as rédeas e passaram a impor seus desejos. Pouca carga de treinamento, pouca preparação física, muitas horas de lazer e nenhuma vontade de aceitar novas ideias táticas. Quando eram contrariados paravam de jogar. O Braz por conveniência, e nenhum pulso, preferiu se tornar amiguinho dos lideres do que gestor do futebol e aí o câncer foi se alastrando ano a ano até chegarmos em 2023 na situação atual de ruína completa. Hoje o clube de maior faturamento das Américas não ganhou nenhum título, nem o carioquinha e se acha seriamente ameaçado de não participar da Libertadores no ano que vem. O fundo do poço chegou depois de 4 anos ladeira abaixo.

  • A culpa de tudo é da diretoria em mandar o Dorival embora, já sabemos, mas isso aí é matéria comprada para tirar a culpa das costas deles. Não cola!! Está todo mundo vendo a má vontade desses caras, gente andando em campo, fingindo que joga. Se eu fosse treinadora e o Flamengo me procurasse, eu pensaria duas vezes antes de aceitar, porque se disser um ai para esses caras, eles te derrubam. Para mim, há uma queda de braço entre diretoria e jogadores (o beijinho do Gabriel é prova disso, foi uma provocação explícita à diretoria). Estes estão entregando o jogo para mandarem o Sampaoli embora e a diretoria não manda embora, para no final do ano justificar uma renovação, porque não tem coragem suficiente para fazer isso. Mas para deixar claro, ganhando ou perdendo, a RENOVAÇÂO vai ter que acontecer, em todas as instâncias.

  • Todos sabem hoje em dia que qualquer empresa dá mais valor ao profissional que tem bom “gerenciamento de pessoas” do que qualquer outro que as vezes tem conhecimento mas não tem habilidades para lidar com “cabeças”. Mas Landim e Marcos Brás não sabem disso, estão parados no tempo e não se atualizam para os tempos atuais. Mas isto também não justifica “beijinhos” para o adversário e má vontade dos jogadores dentro de campo entregando a rapadura, evitando dar titulos ao treinador que odeiam, e por extensão fodem 45 milhões de torcedores ou seja 20% da população brasileira. ER já admitiu a entrega do Jogo em São Paulo, então não é só Sampaolli que tem que sair , a barca deverá estar cheia inclusive com jogadores que se acham maior que o Flamengo. Fora “malandros” não precisamos de vcs. Estamos cansados de levarmos “chocolates” de times de pouca expressão no cenário nacional. Fora e Fora já, senão …………..

  • Lucas, concordo plenamente.

    Esses dirigentes devem estar babando, com a renda de domingo, mas nem aí pra derrota. Podíamos realmente estar ou com Dorival Jr. ou o Mister, mas os “políticos mercenários” dessa diretoria não quiseram. Agora Dorival pode ser novamente campeão justamente em cima de nós.

    Entretanto, com esse time que aí está, preguiçoso e indolente, sem raça e sem sangue nas veias, acrescido do fato de ter um treinador alucinado e agora desesperado, nem que fizesse 3×0 no Maracanã eu confiaria no título. Quando podíamos “matar” o Carioca, com aqueles 2×0 nas florzetes no primeiro jogo, fomos perder por 4×1 no segundo. Certamente o time entraria com David Luiz na zaga, que se encarregaria de entregar 4 gols para o SP. O quinto ficaria a cargo de Matheus Cunha. O Flamengo, com esses dirigentes omissos e mercenários, com um treinador desequilibrado mental e jogadores preguiçosos, sem raça, querendo a todo custo derrubar o treinador e ir pra festinhas, não dá pra confiar. A temporada de 2023, pra mim, acabou, e provavelmente não estaremos na Libertadores de 2024.

    Até o Carioquinha do ano que vem.

  • Desculpa mas ai ja é maldade contra os treinadores, quem destruiu o legado foi diretoria tirando dorival, todo treinador que chega tem a sua maneira de escalar e treinar, diretoria deu 40 dias de folga, traiu a torcida mudando treinador, depois ignorou aos pedidos da torcida quando queriamos demissão do VP pra trazer jj e agora tao rindo da nossa cara com sampaoli de treinador, sem contar a falta de vontade dos jogadores.

  • Bandos de frouxos,sem atitude e disposição…….

  • Quem destruiu o flamengo foram os próprios jogadores, não sou idiota.
    O Sampaoli quem empurrou o beijinho ontem?