Fora dos planos! Flamengo desiste da contratação de Léo Ortiz

Compartilhe com os amigos

Postura irredutível do Bragantino fez o Flamengo sair da negociação


Depois de muita insistência, o Flamengo desistiu de Léo Ortiz. O Red Bull Bragantino não quer flexibilizar nos valores pedidos pela venda do zagueiro e, por isso, o Rubro-Negro já procura novos nomes para a posição. O Mengão só pretende retomar as negociações se o time paulista diminuir os quase R$ 50 milhões que pretende arrecadar com o atleta de 28 anos.

Léo Ortiz tem o desejo de jogar no Flamengo. Por isso, nas primeiras movimentações do Bragantino na temporada, o zagueiro se recusou a atuar com os demais companheiros e fez trabalhos isolados na academia. Porém, ao perceber que o clube dificultaria a transação, o defensor retomou as atividades nos gramados nesta semana. O Rubro-Negro chegou a oferecer R$ 32 milhões para ter o atleta. O jornalista Venê Casagrande informou o recuo do Fla nas tratativas.

PEDIDO DE TITE

Tite é um dos principais entusiastas pela contratação de Léo Ortiz. O zagueiro, inclusive, chegou a ser convocado pelo treinador na Seleção Brasileira, no ano passado. Além disso, o pai do jogador, Luís Fernando Ortiz, é muito amigo do comandante e também espera a mudança de ares do filho.

A característica de Léo Ortiz, que atua como zagueiro ‘construtor’, se encaixa ao perfil que Tite deseja implantar na equipe. Atualmente, o Flamengo tem como titular Fabrício Bruno que, na visão da comissão técnica, não apresenta essas características. O camisa 15 se enquadra como jogador ‘desconstrução’ dos adversários, e não como criador de jogadas.

RECUO ESTRATÉGICO?

A atitude do Flamengo neste momento não significa que Léo Ortiz está descartado, afinal, em outros momentos a atual diretoria já teve movimentos semelhantes no passado. A mais lembrada pelos torcedores ocorreu no início de 2019 e acabou dando certo.

O Flamengo chegou a anunciar a desistência por Bruno Henrique, pois o Santos seguia irredutível na liberação do atacante. Então, o Mengão travou as conversas e ‘jogou’ a responsabilidade para o jogador. Insatisfeito na Vila Belmiro, o atual camisa 27 acabou convencendo os dirigentes do time paulista e seguiu para o Rubro-Negro.

Compartilhe com os amigos

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Pois é Evandro e Fábio.

    Um Clube com o poderio econômico do Flamengo dando lucro para um clube minúsculo (em termos de nome e orçamento) como o Bragantino. Isso sem contar o prejuízo técnico que temos quando a Diretoria se desfaz desses jogadores antes de utilizá-los no profissional. Tem coisa muito errada aí.

    Mas parte da “torcida” do Flamengo acha tudo normal. Pensamento equivocado, pequeno.

  • O amigo Evandro está certo. O Flamengo lucrou muito mais que o bragantino. O Bragantino tinha pago 5 milhões pelo emprestimo e mais 22 milhões por um percentual do atleta. Depois o bragantino vendeu por 53 milhões, sendo que o Flamengo pegou uma boa parte deste valor.

  • O Fla recebeu cerca de 28 milhões pela venda do Nathan, q foi vendido pelo RBB por cerca de 53 milhões. Muitos não pesquisam direito e vão falando…

  • Desculpe Arthur, mas pelo preço que foi vendido e o retorno que o RBB teve, foi praticamente de graça!

  • Marcos Braz merece muitas críticas. Mas dizer que o Nathan foi emprestado de graça é um equívoco. Houve pagamento pelo empréstimo e passe fixado.

  • É uma boa estratégia, desde que o Flamengo desvie toda a sua atenção para o “plano B”. Necessitamos de ao menos um zagueiro para agora.

    No mais, está certa a estratégia. Não tem lógica ficar prorrogando por muito tempo, tendo em vista que temos urgência e a insistência do Flamengo só estava fortalecendo o Bragantino.

    Só quero ver se a Diretoria do Flamengo vai dar o mesmo tratamento a eles a partir de agora.

  • Enquanto isso a gestão do bandido Braz de futebol empresta Matheus Gonçalves, Nathan e afins de graça pro clubeco do energético.

    Isso que é gestão hein …