Bandeira sobre Conca: “Está integrado para nos ajudar”

O assunto Darío Conca não sai do imaginário do torcedor flamenguista. Contratado no início do ano como uma das principais negociações do futebol brasileiro, o argentino não vingou. Sofre para poder recuperar a plena forma física, depois de duas cirurgias no joelho esquerdo.

Em nove meses de clube, foram apenas três jogos, totalizando 27 minutos em campo. Nem mesmo a chegada do técnico Reinaldo Rueda modificou a situação do aleta. Em entrevista ao Esporte Interativo, o presidente Eduardo Bandeira de Mello disse acreditar que o não aproveitamento do meia seja baseado em critério técnico.

“Ele (Conca) tem uma carreira que fala por si, então tenho certeza que ele está em condições de ser escalado, e certamente é um critério técnico do treinador que fez com que, até agora, só seja escalado ao final de alguns jogos. Ele fez duas cirurgias complicadas ano passado. Chegou ao Flamengo para se recuperar. O processo de transição é natural. Sem paranoia, sem problemas, ele está perfeitamente integrado para nos ajudar”, afirmou.

Na sequência, o mandatário negou que a contratação tenha sido um erro. “Investimento em jogador de futebol não é igual em caderneta de poupança, que sabe quanto vai render. Ele faz parte do grupo, pode ser usado”, finalizou.


Veja mais:


Sem Conca, o Flamengo decide, na noite desta quarta-feira (27), o título da Copa do Brasil, diante do Cruzeiro, no Mineirão, às 21h45. Um novo empate leva a decisão para os pênaltis (não há gol qualificado na final). Quem vencer, leva o título.

Veja também

  • Mais uma vez ele mostra que não entende “porra nenhuma” de futebol.
    O Caetano faz muitas negociatas contratando bichados que até parece estar “levando um por fora”!!!!

  • Só abre a boca murcha pra falar merda!

  • Conca herói do título da sul-americana.

Comentários não são permitidos.