Éverton Ribeiro vê evolução no Fla e cria metas profissionais

Éverton Ribeiro foi a principal contratação do Flamengo na temporada. O Mais Querido desembolsou R$22 milhões na sua chegada, junto ao Al-Ahli, dos Emirados Árabes Unidos. Tão logo estava preparado fisicamente, já foi escalado pelo então técnico Zé Ricardo. Com os jogos, foi adquirindo ritmo de jogo e sendo protagonista. Com a chegada de Reinaldo Rueda, esta sequência foi quebrada, por causa de algumas partidas no banco de reservas. Apesar da preferência do colombiano pelo conterrâneo Berrío, o camisa 7 vem ganhando espaço, aproveitando as oportunidades oferecidas.

Já são 20 jogos com o manto sagrado, com seis gols marcados e quatro assistências (segundo maior garçom do time no Campeonato Brasileiro). Além disso, é o jogador com melhor média de passes para finalizações no Flamengo (40 em 20 jogos). Estes números só reforçam uma filosofia do meia-atacante: a de que é preciso de metas para continuar evoluindo.

“Aprendi com os grandes jogadores que metas são importantes e eu também crio para mim. Tento atingí-las para poder ficar em alto nível. Ser titular e conquistar um título esse ano são duas metas. Sabíamos que seria um jogo difícil (a final da Copa do Brasil, contra o Cruzeiro), como foi, mas tem de saber aprender com a derrota também. Somos uma equipe mais madura e sabemos onde podemos chegar”, afirmou o camisa 7 em entrevista ao globoesporte.com

Torcida espera que Éverton Ribeiro e Diego subam, cada vez mais, de produção juntos. (Foto: Gilvan de Souza | Flamengo)

Nas duas últimas partidas do Mengão, ER7 (como é chamado pelos torcedores) viveu situações opostas. Na vitória sobre a Chapecoense, por 1 a 0, foi titular e não teve grande atuação. Já na goleada contra o Bahia, por 4 a 1, começou no banco de reservas, entrou na vaga de Berrío e conseguiu ajudar na melhora da produção ofensiva da equipe.

“O Rueda resolveu mudar e pediu para que eu ajudasse na armação, pudesse fazer o time criar e graças a Deus deu certo. Conseguimos boas jogadas, fizemos os gols e conseguimos uma vitória importante que nos dá tranquilidade. Já tenho totais condições de terminar jogos importantes, de poder fazer o meu melhor. Acho que minha readaptação foi rápida e está sendo boa”, comentou.

Cada vez mais adaptado, Éverton Ribeiro deseja passar para o próximo nível de suas metas: ser campeão pelo clube mais popular do país.

“Eu me adaptei, mas sei que ainda tenho muito a crescer. Já fiz grandes jogos, mas ainda posso evoluir mais, ajudar mais a equipe. Ainda quero buscar grandes títulos. É o que vou procurar fazer e junto da equipe, crescer a cada dia”, finalizou.


Veja mais:


O camisa 7 tem mais uma chance de se destacar neste final de semana. O Flamengo viaja para enfrentar o São Paulo, no Pacaembu, neste domingo (22), às 17h, em partida válida pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Veja também

  • Rueda poderia trocar a posição dele com a do Diego, ele armando e Diego no ataque.

    • tá sabendo legal fera kkkk

Comentários não são permitidos.