VP Geral do Fla fala sobre o sucesso das embaixadas e consulados

O Vice-Presidente Geral do Flamengo, Maurício Gomes de Mattos, conversou, com exclusividade, com a TV Coluna do Flamengo. No bate papo, falou sobre um dos projetos de maior sucesso do clube: os consulados e as embaixadas.

A ideia do Mais Querido é que em várias partes do Brasil e do Mundo pessoas se unam, criando pequenos núcleos, denominados consulados e embaixadas. Para se tornar um consulado, precisa de ter, no mínimo, cinco sócio-torcedores. Já para evoluir, virando uma embaixada, é necessário ter ao menos 30 associados. Assim, o clube expande sua marca e ganha retorno financeiro para o caixa.

“Já gira mais de R$1,5 mi por ano, nos mais de 7 mil sócios que nós temos neste projeto. Ele internacionaliza nossa marca. Nós temos mais de 20 consulados criados no exterior, apenas neste ano. E temos também, a fortificação da marca em nível nacional. Já criamos no total de 100 consulados só neste um ano de projeto”, explicou Maurício.

Outra importância dos consulados é na captação de novos talentos para o Flamengo. 35 jovens já foram avaliados pelo clube. Destes dois estão sendo monitorados.

“O número é muito bom, porque o nível de qualidade dos nossos meninos é bom. Então, para o sujeito sair de uma descoberta e virar quadro efetivo do Flamengo, tem que ser, no mínimo, melhor que o segundo, terceiro reserva. E quando é muito jovem, por causa da distância da família, o Flamengo gosta de monitorar. Ele volta, vai, volta, vai, e quem arca com isso? É o próprio consulado, é a própria embaixada”, finalizou o VP Geral.


Veja mais:


Assista nossa entrevista exclusiva, na íntegra. Aproveite e se inscreva no canal da TV Coluna do Flamengo, para receber todas as nossas produções!

Veja também

  • e a campanha para 2018 já começou….esse ai está articulando desde o ano passado junto ao SóFla, e é seu candidato preferido…..

Comentários não são permitidos.