Zinho fala sobre críticas a Mozer: “Existe uma hierarquia dentro do clube”

Na busca por entender os motivos que levam o Flamengo a fazer uma temporada abaixo do que era planejado, alguns torcedores começam a questionar o trabalho de determinados profissionais. Um deles é o gerente de futebol, Mozer. Ídolo do clube como jogador, o ex-zagueiro é criticado por supostamente não conseguir resolver problemas internos no clube.

“Existe uma hierarquia dentro do clube. Tem o presidente, o CEO, o diretor executivo de futebol e depois o gerente/coordenador de futebol. Tem também o treinador, que de vez em quando o gerente tem que ter inteligência para não passar um pouco do ponto e o treinador se sentir incomodado”, afirmou Zinho em seu blog no site dos canais Fox Sports.

Cria da Gávea, Mozer fez parte dos “anos dourados” do Flamengo, na década de 1980, conquistando Libertadores, Mundial e três Campeonatos Brasileiros, antes de se transferir para o Benfica-POR. Jogou ainda no Olympique de Marselha-FRA e Kashima Antlers-JAP. Com a camisa da Seleção Brasileira, disputou a Copa do Mundo de 1990.

“Acho que o Mozer tem uma experiência enorme no futebol, uma identificação enorme com o Flamengo, e, sem dúvidas, deve, nos bastidores, conversar com os jogadores, com o departamento como um todo. Com a história que tem no Flamengo deve ser ouvido, escutado. Acredito muito no trabalho do Mozer, no caráter profissional do homem Mozer, que eu respeito muito, e que acho que o torcedor do Flamengo deve acreditar”, analisou Zinho.

Zinho (centro) defende o trabalho de Mozer no Flamengo

Para o comentarista e ex-jogador, as críticas a Mozer vêm pelo sentimento de ter que achar um culpado pelo momento ruim que o time vive dentro de campo.

“É que no momento difícil, de crise, de derrota, sempre ficam se buscando os culpados. Acho que cada um tem sua função. O Mozer de repente, até por orientação, não deve se expor muito em entrevistas, deve ser um acordo já, de não ficar falando muito. Acho que ele tem muito a contribuir com o Flamengo”, finalizou.


Veja mais:


Mozer foi contratado em junho de 2016 para exercer o cargo de gerente de futebol. Antes de assumir, havia trabalhado como treinador, em equipes como Interclube-ANG, Raja Casablanca (Marrocos), Naval e Portimonense – as últimos duas de Portugal. Enquanto jogador, vestiu o manto sagrado flamenguista em 291 jogos, marcando 21 gols.

Veja também

  • Vamos lá
    Assim como dizem de alguns…Mozer é remunerado ou não?
    Se não for , um abraço
    Se for, tamos ferrados
    Em ambos os casos acho que tem muita gente nesse barco

  • Começo a desconfiar que esse Fred Luz é o principal problema no departamento de futebol. Não entende do riscado.

  • “Existe uma hierarquia dentro do clube. Tem o presidente, o CEO, o
    diretor executivo de futebol e depois o gerente/coordenador de futebol.”

    Realmente, eu sou um que critica o que faz o Mozer lá, mas a verdade é que tem muito papagaio subordinado a outros, os tais do “alinhados com a diretoria” e isso tira a liberdade de trabalhar até mesmo do Caetano que eu acho fraco.

  • A verdade é que existem muitos cargos desnecessários no departamento de futebol.

    • Pensei a mesma coisa kkk

      Nao entendo pq o RC so pode participar de contratação. Ele deveria ser um dos que cobram.

  • meu coração é rubro negro, mas sinceramente Mozer veio para ser base politica, só isso e mais nada! e concordo com isso; mas o problema esta na gerencia do futebol; não há cobranças e time que não é cobrado, anda relaxado

  • Mozer, Juan, Leandro, Zico… Queria esses caras tudo trabalhando no Flamengo, gente de respeito e que tenho certeza que em nenhum momento faltam com profissionalismo com o clube.
    Agora se a diretoria permite que o Mozer seja atuante é outro ponto, não é culpa dele, é o mesmo que cobrar que Ronaldo jogue bem quando o cara era 4° opção, atrás de MA e Romulo

    • “Mozer, Juan, Leandro, Zico… Queria esses caras tudo trabalhando no Flamengo, gente de respeito e que tenho certeza que em nenhum momento faltam com profissionalismo com o clube.” — Jogar bola é uma coisa; administrar um clube de futebol é outra coisa bem diferente! &;-D

      • Pra isso existe estudo, o Mozer por exemplo estudou.
        Agora identificação e conhecimento em futebol na prática não tem estudo que te dê.

  • Projeto Bandeira Timaço 2018

    Muralha, Vaz, Lucão, Egídio e Julio dos Santos. Arouca, Márcio Araújo e Wesley. Deyverson, André Balada e Zé Love.

    • Kkkkkkk…

    • Projeto sua mãe dando o cu gambá safado

    • O que tem de errado com o Egídio e o Arouca? &;-D

Comentários não são permitidos.