Questionados sobre polêmica, Diego Alves e empresário se calam em saída do Maracanã

Mesmo não tendo sido sequer relacionado para o confronto contra o Palmeiras, o goleiro Diego Alves, envolvido em polêmica com a comissão técnica desde que se recusou ficar no banco de reservas, compareceu ao Maracanã para apoiar os companheiros e assistir de perto o empate do Flamengo com o Palmeiras por 1×1, pela 31ª rodada do Brasileirão. O jogador já havia mandado um recado dando força ao elenco pelas redes sociais.

Na saída do estádio, no entanto, apesar de insistentemente questionado pelo repórter Venê Casagrande se iria se manifestar a respeito do seu imbróglio com o clube, preferiu manter-se em silêncio. O seu empresário, Eduardo Maluf, que caminhava ao seu lado, também permaneceu calado, não respondendo às perguntas feitas pelo jornalista.

No caminho até o carro, Diego ainda parou para bater uma foto com um torcedor que caminhava por ali e o abordou. Porém, ao entrar no veículo, o jogador quebrou o silêncio, mas não falou em momento algum sobre a polêmica. Quando pedido para enviar pelo menos um recado para a torcida do Flamengo, ele respondeu ao repórter: “Para quem? Para a torcida? Tamo junto!”

A expectativa é de que o atleta se manifeste oficialmente sobre essa situação incômoda nos próximos dias. Como apurado pela equipe do Coluna do Flamengo, o goleiro não se retratou com o grupo até então.

O elenco do Flamengo se reapresenta na próxima terça-feira (30), e o goleiro é esperado junto com o restante do grupo.

Veja também

  • Tem uma coisa que eu gostaria de deixar claro, não concordo com a postura do Diego Alves, mas tudo isso poderia ter sido tratado de forma diferente pela diretoria do clube, mais uma vez faltou experiência para lidar com os “estrelismos” tão naturais dos “caras” que jogam no maior do Brasil e se sentem com o Rei na barriga. Alguém aqui se lembra do caso Adriano na reta final do BR09, mesmo com toda alegria da arrancada, o doido surtou na reta final, não jogava nada e só aparecia em “causos” por aí… um tal de Braz, desconhecido até então, segurou a onda, e tratou o assunto de modo que só quem acompanha o dia a dia do clube sabe… deu certo, fomos campeões… gosto muito do César, inclusive em seu início acreditava q seria um grande goleiro, mas quando teve grandes chances e sequencia, não fez a diferença, tudo bem que o time era outro, mas aí o goleiro tem mais chances de aparecer, e ele foi emprestado não jogou em alto nível e talz… ontem no jogo, aquele gol do Parmera era uma bola muito difícil a do gol, muito mesmo (fui goleiro tb!), mas garanto que um GRANDE GOLEIRO poderia pegá-la… o Diego Alves é um grande goleiro, já amadurecido pelas boas experiências e talz… sei lá… poderia ou não pegar aquela bola, e ela poderia ou não ter sido a bola do jogo, e não a do Paquetá… mas tudo isso são conjecturas, o que importa é que precisamos de tudo e todos pensando e agindo juntos para que possamos ter chances de ganhar títulos… quem pensava q bastava ter as contas em dia, já entendeu que o buraco é mais embaixo… sou grato a essa diretoria por ter resgatado nossa dignidade como Clube bom pagador, mas já passou da hora de voltarmos a ser um Clube Vencedor!!! Precisamos de inteligência competitiva para alcançar os títulos… nisso essa diretoria nunca foi expert! SRN.

Comentários não são permitidos.