Mauro Cezar critica possível utilização de titulares do Flamengo no Carioca: “Prioridade é a Libertadores”

FOTO: REPRODUÇÃO

O Flamengo enfrentou o Vasco da Gama no último domingo (14), em partida válida pelo primeiro jogo da final do Campeonato Carioca, e venceu por 2 a 0, dando um passo importante para o título da competição. No entanto, Marcos Braz já garantiu que no segundo confronto, o Fla vai com força máxima novamente. Para Mauro Cezar Pereira, caso isso de fato aconteça, é um grande erro.

Líder do grupo D da Copa Conmebol Libertadores e próximo de conquistar o título do Campeonato Carioca, o Flamengo terá uma sequência de jogos difíceis. Após a final do Estadual, enfrentará a LDU, na altitude de Quito, no Equador, pela Libertadores da América, na outra quarta-feira (24), e depois pega o Cruzeiro, no Maracanã, na estreia da equipe no Brasileirão. Por isso, Mauro acredita que Abel deveria poupar os principais atletas diante do Cruzmaltino.

Tem que fazer um filtro, deixar alguns no banco. Se alguns jogadores falarem: ‘Professor, eu quero jogar para levantar a taça’, tem que dizer: ‘Você vai jogar quarta-feira, pois queremos levantar uma taça maior lá na frente. Isso é óbvio, é primário. É absurdo. A culpa não é do Abel, é da diretoria do clube. Alguém tem que chegar e falar que é institucional, que a Libertadores é o maior objetivo —, disse Mauro, no programa Linha de Passe, da ESPN.

Mauro Cezar Pereira lembrou ainda de 2018, quando o Flamengo utilizou o que tinha de melhor em todas as competições. Embora tenha iniciado bem o Campeonato Brasileiro, ter se classificado para as oitavas da Libertadores e ter ido até a semifinal da Copa do Brasil, a equipe que era comandada pelo treinador Maurício Barbieri se desgastou fisicamente e perdeu a liderança do Brasileirão, foi eliminada da competição sul-americana pelo Cruzeiro e saiu do torneio mata-mata nacional para o Corinthians. Por isso, o jornalista afirma que a prioridade deveria ser a Liberta.

Ano passado o Flamengo se ferrou, porque escalou todo o time praticamente todos os jogos. O Barbieri admitiu isso depois, que foi meio que obrigado a escalar o mesmo time sempre. Deu tudo errado praticamente e não ganhou porcaria nenhuma. Porque fizera um técnico fazer o caminho errado. Tem que estabelecer prioridade, e tem que ser o de quarta-feira —, finalizou o jornalista.

Enquanto isso, o Flamengo, após folgar nesta segunda (15), se reapresenta nesta terça-feira (16), com foco na final do Campeonato Carioca, diante do Vasco. O confronto é válido pelo segundo e decisivo jogo da competição e terá início às 16h (horário de Brasília), no Maracanã. Como venceu o primeiro embate por 2 a 0, o Fla pode perder por até um gol de diferença, que se sagra o campeão da competição estadual.

95 Comentários
Carregando comentários...
Criação de sites e aplicativos para celular