Rafinha releva zoação de torcedores rivais e brinca com marketing feito: “Precisam me mandar um caminhão”

FOTO: REPRODUÇÃO

O Flamengo contratou Rafinha em junho de 2019, superando na época a concorrência de times europeus. O jogador logo se destacou em solo brasileiro e se tornou, para muitos, o melhor lateral-direito do futebol nacional. Porém, recentemente, torcedores rivais soltaram nas redes sociais diversos memes brincando que o atleta apenas entregava “Garotade“, bebida isotônica, aos companheiros de Bayern de Munique. O lateral, no entanto, levou na esportiva.

Rafinha concedeu entrevista ao programa Resenha, da ESPN, e foi questionado sobre a comemoração após o título do Campeonato Carioca, quando o jogador apareceu com um cooler térmico, cheio de “gatorades“. O lateral-direito destrinchou a brincadeira, revelou que não ficou chateado e aproveitou para pedir “um caminhão” da bebida isotônica, por conta do marketing feito da marca.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


— Foi uma brincadeira. Eu fico meio fora de redes sociais, porque tem muita coisa que é boa, tem coisa que é legal você absorver, mas outras… Assim como brincadeira de torcedor. Não tem como discutir ou revidar, senão perde a graça. Torcedor fala uma coisa, aí você acha ruim, outro fala outra coisa e você acha ruim, aí perde a graça. O que eu fiz? Eu falei: ‘pô, deixa os caras falarem à vontade’, ainda mais que a maioria é tricolor -, disse o lateral, antes de prosseguir:

Os caras do Fluminense estavam pegando no meu pé, ainda mais que eu errei o pênalti na Taça Rio, aí os caras me sacanearam. Beleza. Eu pensei: ‘Vai ter volta’. Vamos ganhar, e na hora que a gente ganhar, eu vou dar uma cutucadinha. Me perguntaram se eu não ia falar nada. Eu disse que não, para deixar os caras ficarem na boa, porque eu sei que teria a volta, teria o momento certo. Quando a gente ganhou, eu fui e tirei uma onda. Eu fiz um marketing do caramba do Gatorade, tem que mandar um caminhão aqui para casa -, encerrou.

Assim como os torcedores, Rafinha aguarda para saber quem será o novo treinador do Flamengo, que vai substituir Jorge Jesus. O Mister aceitou a proposta do Benfica e se despediu do Rubro-Negro. Marcos Braz e Bruno Spindel, vice-presidente de futebol e diretor-executivo, respectivamente, encontram-se em Madrid, na Espanha, onde vão se reunir com Domènec Torrent, ex-auxiliar de Guardiola. Os dirigentes devem ainda se encontrar com outros treinadores na Europa.

Veja também