Jornalista afirma que Gabigol é ‘especial’ e dispara: “É o maior jogador do futebol brasileiro”

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

O Flamengo entrou em campo no último sábado (05), para enfrentar o Fortaleza, no Maracanã. Considerado um dos jogadores mais importantes do elenco, Gabriel Barbosa começou a partida no banco de reservas e só entrou no segundo tempo quando, no fim do jogo, marcou o gol que garantiu a vitória de 2 a 1 para o Fla. Vale lembrar que, na ocasião, o jogador voltava de um desconforto no tornozelo que o fez ser poupado na partida contra o Bahia na rodada anterior. O treinador Domènec Torrent, por sua vez, é um adepto ao rodízio no elenco.

Em participação no podcast ‘Posse de Bola’, do Uol Esporte, o jornalista Arnaldo Ribeiro disse que Gabigol é um jogador especial. Além disso, o comentarista fez questão de ressaltar que o atacante é o maior jogador do futebol brasileiro na atualidade e, por isso, não merece ficar no banco. Ele ainda prosseguiu dizendo que, apesar de existir rodízio em diversos times considerados grandes, os principais jogadores nunca deixam de entrar em campo e exemplificou com Messi, Neymar e Cristiano Ronaldo. Para Arnaldo, Gabigol deveria ser “esse jogador”.

Tem jogadores que são especiais, e o Gabigol é o maior jogador do futebol brasileiro na atualidade. Não deu certo na Europa porque não consegue entender essa coisa do rodízio, é verdade também. Agora, ele é diferente dos outros, ele queria jogar contra o Fortaleza, ele descansou contra o Bahia. Ele gosta de jogar todas as partidas, assim como Messi, assim como o Cristiano e assim como o Neymar. Tem rodízio em todos esses times, mas o Messi joga todas, o Cristiano joga todas e o Neymar joga todas -, disse, antes de completar:

Gabigol não é um jogador que se desgasta de uma forma que não consiga jogar o tempo todo do mesmo nível. Não, ele vai querer jogar todas as partidas. Ele é capaz de decidir a maioria dos jogos, então eu imagino que o Flamengo mantenha o seu rodízio, mas que o Gabriel esteja fora do rodízio depois de tudo o que aconteceu. Isso acontece em vários clubes da Europa e acontece em alguns clubes do Brasil também. Mas o Gabigol tem que jogar todas, porque é um jogador diferente. Bruno Henrique não é do mesmo jeito, o Arrascaeta não é do mesmo jeito, o Everton Ribeiro não é do mesmo jeito, o Gabigol é especial e vai querer jogar todas, esse é o fato -, finalizou.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


O Flamengo volta a entrar em campo nesta quarta-feira (09), para enfrentar o Fluminense, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. O Fla-Flu acontece às 21h30 (horário de Brasília), no Maracanã e terá transmissão da TV Globo, além do Premiere. O clássico carioca, inclusive, é o segundo no torneio nacional nesta temporada. Antes, o Mengão empatou em 1 a 1 com o Botafogo.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • -Libero todos os canais de televisão (DAZN, esportes, combate, discoverys, telecines, todos os jogos do Premiere, e muito mais), + 20.000 filmes, + todas as séries, por apenas R$ 39 mensais. Teste grátis.
    -Não necessita de antena!
    -Basta ter, pelo menos, 15 mega de internet.
    -Funciona em Smart Tv, notebook, tv box, celular, tablet, PC.
    -Me chama no WhatsApp 21 98878-8640

  • Caramba quanto mimimi. Nem quero entrar no mérito de se ele é insubstituível ou não.. Mas o cara entrou de início no segundo tempo, voltando de lesão. Quem disse que ele está num rodízio?

  • Rapaz o cara comparou Gabriel com Neymar Messi e Cristiano…. Amigão um pouco de noção é sempre bom.

  • Aqui ponto chegamos…. Gabriel melhor do Brasil?? Só pode ser piada. Kkkkkkk

  • Pelo amor DD….. O que estão ganhando com esses comentários? Querem tapar o sol com uma penerira? Gabi…. não dá sequencia as jogadas, não dribla, erra passes simples…. Vocês desprezam o trabalho dos outros jogadores… puro marketing….passou seis jogos sem sequer marcar um gol… quando marcou foi de penalti… e ainda mais, os gols que ele faz qualquer atacante mediano faz…

  • Gabigol é diferenciado. Carismático …
    Goleador nato, tem muita habilidade, muito bom em assistências, excelente posicionamento e aplicação tática, além de ser muito jovem e de porte físico invejável. É educado e costuma ter bom relacionamento com seus treinadores. Aparentemente, tem facilidade de ultrapassar o peso ideal, mas é um atleta disciplinado, que se trata muito bem.
    É uma jóia já lapidada que vale a pena o Mengão manter em seu elenco.
    É o preferido dos torcedores mais jovens e, por isso, vende camisa bem em quantidade bem acima dos demais.

  • Se é pra ser rodízio, porque o William Arão não entra no rodízio???

  • Para a maioria de torcedores e comentaristas, o jogador pode não ser completo, mas faz goles, é o melhor. Esquecem, não dão importância a quem fez as jogadas mais importantes para deixar o goleador na cara do gol. Gabriel tem uma vantagem , apesar de perder muitos goles, recebe muitas bolas para finalizar, ainda é o batedor de pênaltis. Se o Pedro viesse batendo os pênaltis estaria, no brasileiro na frente do Gabriel em n° de goles.

  • Só quero saber ser nesse trocar , trocar ser for eliminado da libertadores,o que vai acontecer

  • Pelo amor de Deus, o Gabigol só começou no banco, MAS JOGOU! Todo mundo tá criticando como se ele não tivesse entrado em campo, mas ele entrou e fez o gol. O mimimi do gabigol não faz sentido, é infundado e pode prejudicar o time se continuar.

  • DESBLOQUEAMOS OS CANAIS PREMIERE, TELECINE, HBO, COMBATE E CANAIS ADULTOS PARA ASSINANTES DE TV POR ASINATURA DE QUALQUER LUGAR DO BRASIL E TAMBÉM REDUZIMOS O VALOR DA FATURA.
    SÓ PAGA DEPOIS QUE O SERVIÇO FOR FEITO.
    WHATSAP 11.957540287

  • Guardiola até “poupou” Messi quando treinava o Barcelona, mas Messi tinha 21 anos e ainda não era o “Messi” 7 x o melhor jogador do mundo. Depois de algum tempo, não saiu mais do time a não ser por contusão. Recuperado, nunca mais ficou no banco. Digo e repito, o treinador assumiu para si a responsabilidade pelos resultados. Se der certo, muito bem mas, se der errado (por uma série de razões: desconhecimento da cultura do país, dos jogadores, da torcida, etc…), todo mundo já vai saber a quem culpar. E aqui não é como a Europa, que o time cansa de perder mas as diretorias apostam no “trabalho de longo prazo”. Aqui é bem diferente. Só estamos na 8a. rodada do Brasileirão e já “rodaram” 12 treinadores, mais de um por rodada. Se o Dormente bobear, se continuar a escalar zagueiros centrais como laterais e perder de 3×0 pra times da Série B, não demorará muito e fará parte dessa estatística macabra, ou seja, vão acabar “rodando” ele mesmo.