Flamengo utiliza 11 jogadores da base na Libertadores; 14 garotos do Ninho foram inscritos

FOTO: DIVULGAÇÃO

Por: Aguinaldo Junior e Higor Neves

O Flamengo tem se tornado cada vez mais referência na categoria de base. O clube carioca revelou inúmeros jogadores nos últimos anos, e a fábrica de lapidar atleta não para. O Rubro-Negro não se furtou a utilizar os Garotos do Ninho na Libertadores da América, e se classificou com uma rodada de antecedência para as oitavas de final da competição continental. Pelo torneio, 11 atletas oriundos dos juniores entraram em campo.

Após a paralisação da Libertadores da América por conta da pandemia de Covid-19, a Conmebol autorizou a inscrição de novos jogadores na competição. O Mais Querido, na época, acrescentou apenas garotos da base e os utilizou. Entre os 14 atletas inscritos na Liberta, 11 entraram em campo e se destacaram, como é o caso de Hugo Souza, Natan, Gabriel Noga, Matheuzinho, Ramon e Lincoln.


Quem será o próximo a perder para o Mengão? Saiba como lucrar com previsões esportivas!


César, Ramon e Lincoln foram os mais utilizados durante a Libertadores, três vezes cada. O goleiro atuou como titular em todas essas ocasiões, somando 270 minutos, ou seja, não foi substituído em nenhuma delas. O lateral esquerdo, por outro lado, iniciou jogando apenas em uma ocasião, enquanto nas outras duas saiu do banco, obtendo a menor minutagem dentre os três: 115. Lincoln começou dois jogos entre os 11 iniciais e tem 168 minutos jogados na competição.

Veja a lista dos jogadores da base inscritos:

Goleiros:
César (3 jogos)
Gabriel Batista (não atuou na competição)
João Fernando (não atuou na competição)
Hugo Souza (1 jogo)

Zagueiros:
Matheus Thuler (2 jogos)
Natan (1 jogo)
Gabriel Noga (2 jogos)

Laterais:
Matheuzinho (2 jogos)
Ramon (3 jogos)

Volantes:
João Gomes (1 jogo)

Atacantes:
Lincoln (3 jogos)
Lázaro (1 jogo)
Guilherme Bala (1jogo)
Rodrigo Muniz (não atuou na competição / emprestado ao Coritiba)

Vale destacar o fato de alguns destes jogadores terem ganhado espaço com Domènec Torrent. Hugo Souza saiu de quarta opção e se tornou reserva imediato no gol, assim recebendo boas oportunidades durante a ausência de Diego Alves. Natan não fazia parte do elenco profissional e se aproveitou do surto de Covid-19 ao se apossar da titularidade, passando Léo Pereira na fila.

Gabriel Noga não tem atuado com frequência como titular, mas passou a ficar integrado ao plantel principal. Matheuzinho também está sendo tratado como profissional e tem sido a segunda opção de Domènec para a lateral-direita, atrás apenas de Maurício Isla. Ramon costuma entrar com frequência nos jogos, seja como lateral esquerdo ou como meia atacante. Contudo, o caso mais emblemático é o de Lincoln.

O centroavante de 19 anos não vinha tendo espaço em 2020. Com Jorge Jesus, ele entrou em campo apenas uma vez, aos 40 do segundo tempo, contra a Portuguesa, no Campeonato Carioca. Porém, com Domènec Torrent, Lincoln soma 13 jogos, dez como titular, e marcou três gols: dois na Libertadores e um no Campeonato Brasileiro.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • “QUEM GOSTA DE RODÍZIO É CHURRASCARIA”. Bamba, Boca

  • Quer encontrar uma mulher para uma noite? Bem – vindo ao — S︆︆e︆︆xc︆︆o︆︆n︆︆t︆︆.︆︆C︆︆o︆︆m