Comentarista vê erros de Ceni como ‘inacreditáveis’, defende meia e destaca: “Rodrigo Muniz não tocou na bola”

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

No último domingo (24), o Flamengo acabou derrotado por 2 a 1 para o Athletico Paranaense, na Arena da Baixada, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o revés, o Rubro-Negro estacionou na terceira colocação com 55 pontos e viu o Internacional, com 62, disparar na liderança ao vencer o Grêmio. Esta situação faz com que Rogério Ceni seja cada vez mais questionado no comando do Mais Querido.

Durante o Resenha Pós-jogo, no canal do Coluna do Fla, o comentarista Giuliano Cosenza falou sobre as substituições feitas por Rogério Ceni na partida contra o Athletico. De acordo com Giuliano, o treinador comete um erro ‘inacreditável’ ao tirar Arrascaeta de campo e colocar Rodrigo Muniz.

– O Arrascaeta é o jogador mais criativo do Flamengo. É o jogador diferente, é o que mais se movimenta. Não se tira o Arrascaeta, na minha visão, por mais que ele não tivesse fazendo uma partida brilhante. Mas se você tira um jogador de criação e coloca um centroavante que não participa do jogo… O Rodrigo Muniz não tocou na bola, é impressionante. Ele só ocupou espaço. Você tira um jogador da qualidade do Arrascaeta e coloca o Muniz que não toca na bola, é um erro inacreditável. 


Quem será o próximo a perder para o Mengão? Saiba como lucrar com previsões esportivas!


CONFIRA O VÍDEO NA ÍNTEGRA:

 

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • As substituições feitas pelo Rogerio Ceni comprovam sua incompetencia em comandar qualque time de futebol que tenha pretensão em querer ganhar qualquer título. Com esse cara é impossivel, é um verdadeiro ” imbecil ‘ do futebol. Os resultados comprovam isso. Eliminação na Copa do Brasil, na Libertadores e perda do tíitulo brasileiro desse ano com a melhor equipe do Brasil. É também o pior técnico dos últilos anos a comnadra o Flamengo. O cara conseguiu ser pior que o Domenec.

  • Sinceramente foram substituições tão absurdas que qualquer um que não é profissional da área faria melhor. Sou um mero torcedor e não estudei para ser treinador de futebol mas vi assistindo ao jogoque as substituições que ele fez não faziam sentido, a não ser acabar com as possibilidades do flamengo sair com a vitória.

  • A confusão mental do treinador ficou mais evidente por ele ter tirado o Gabigol pra depois colocar o Muniz…rs. Afinal, o que ele queria? Mais um atacante? Porque tirou o Gabigol então? Além disso, ele morre abraçado com dois jogadores que não estão jogando rigorosamente nada: ER7 e Vitinho. Ambos já teriam que ter saído no início do segundo tempo, mas ele manteve os dois quase até o fim do jogo. E ainda sacou o Arrascaeta! Só se foi por cansaço. Rogério está muito mal, e esse campeonato, pra mim, já acabou. Não dependemos mais de nós mesmos, e só vem pedreira pela frente (Grêmio, Inter, São Paulo) e uns pequenos daqueles que levam goleadas de todo mundo mas contra o Flamengo resolvem jogar. Só leva o caneco se acontecer o mesmo milagre de 2009, mas…como é quase impossível dois raios caírem no mesmo lugar, o melhor a fazer é já ir planejando o ano de 2021. Uma boa “barca” com alguns medalhões, dando chance pra molecada aparecer, seria um bom começo.

  • O problema não é o Rogério Ceni, é a diretoria que é burra e não entende de futebol e contrata um técnico como o tal.

  • É um técnico fraco.
    Tirar o Gabigol, imagina se o Jesus tirasse o Gabriel aos 30 minutos do segundo tempo lá em Lima.
    Porquê não colocar o Pedro com Gabriel tirando o Vitinho lá da direita e deslocando o Éverton ou o Arrascaeta?
    Porque insistir tanto com Vitinho? Porque demorar tanto a tirar o Isla, só se correu perigo por ali. Não apoiou ataque não marcou e bloqueou ataque adversário.
    Mas o pior mesmo é tirar um atacante que preocupa o adversário, se arrepender de ter feito a bobagem e colocar um garoto com os fundilhos todo borrado pra não fazer nada.
    Péssimo técnico, teimoso e burro.

  • Arrascaeta nao ta sendo essas grandes coisas mesmo…. mas nao era ele que era pra sair mesmo jogando mal…. Vitinho tava muito pior..

  • Rogério Ceni tem culpa pelas derrotas do Flamengo com times mais fracos, mas não se pode eximir os jogadores também de culpa., pelo pouco interesse, desmotivado e sem vontade de ganhar o jogo. Como Rogério Ceni pode barrar medalhões que estão jogando mal, comprados a peso de ouro e que têm altos salários.
    Alguns medalhões, neste momento, não têm condições de serem titulares, como o Isla, Gerson, Everton Ribeiro e Gabigol, que no jogo contra o Palmeiras perdeu duas chances de gols, uma chutou para fora e a outra chutou em cima do goleiro. Contra o Atlético do PR. também chutou em cima do goleiro, eram bolas para serem colocadas. O Flamengo precisa de um técnico que coloque os bons jogadores da base para jogar e teer sequência de jogos. Ontem o Mateusinho entrou 40 minutos do segundo tempo.
    Se o Flamengo for para cima do Grêmio, vai tomar gol de contra ataque e boas longas. É assim, nesse sistema tático que o Flamengo vem perdendo o jogos

  • Epa!!! Tocou na bola, sim. Foi ele quem perdeu a bola que originou o segundo gol do Atlético, e, segundo Ceni, a função dele era “ajudar” na recomposição. Quem tem jogadores do nível que o Flamengo tem, precisando ganhar a partida, vai lá precisar ou se preocupar com centro avante ter que voltar para cobrir zagueiro? Me poupe Rogério Ceni.

  • Técnico incompetente e paneleiro, e ainda mente nas entrevistas. Coisa de covarde mesmo. Todo jogo ele tira o arrascaeta, mesmo sendo, o jogador mais criativo e mais regular.