Ex-zagueiro do Fla vê atitude de Gabigol no banco de reservas como provocação a Ceni

FOTO: DIVULGAÇÃO

No último domingo (10), o Flamengo sofreu nova derrota. Dessa vez, o Rubro-Negro perdeu por 2 a 0 para o Ceará e se distanciou ainda mais do título brasileiro. No revés, uma situação chamou atenção no Maracanã. Gabigol, que ficou no banco por opção do técnico Rogério Ceni, desamarrou as chuteiras e permaneceu com a camiseta de treino por algum tempo, infringindo as regras.

Para Fábio Luciano, ex-zagueiro do Fla e comentarista dos canais ESPN, a atitude do atacante, que só entrou na partida aos 25 minutos do segundo tempo, foi uma provocação e espécie de boicote ao treinador.

Não é o procedimento normal ir para o banco de reservas, tirar a chuteira e ficar com a camisa de treino. Acho que nem é permitido pela regra. Tem que ficar com o uniforme, pronto para entrar em jogo. Então, acho que foi uma provocação do Gabigol à situação de ele ficar no banco. Depois, ele é cobrado pelo quarto árbitro e faz isso.

Para o comentarista, Rogério Ceni, bem como Domènec Torrent, tem enfrentado problemas com o grupo flamenguista. Fábio Luciano acredita que os jogadores, presos ao sucesso da última temporada, muitas vezes tem aversão ao “novo”.

É muito difícil para o Rogério Ceni, assim como foi para o Dome. O Flamengo vem de um ano em que todos os jogadores eram estrelas do país. E foram merecedores em 2019 —ganharam tudo. Mas o tempo passa, as coisas mudam, tem que olhar para frente. O treinador que chega no Flamengo bate neste muro.

Ele quer mexer em uma peça e o jogador deve pensar que não está reconhecendo a história. É difícil. São todos jogadores grandes. Tem um bloqueio para tirar Arrascaeta, Everton Ribeiro, Gabigol, Willian Arão. E os jogadores não estão dando passos à frente, estão presos ao passado. Parece que acham que não precisam correr muito por causa do ano passado.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Estacionado nos 49 pontos, o Flamengo, de Ceni, ocupa a quarta colocação do Campeonato Brasileiro. O próximo compromisso da equipe é diante do Goiás, na segunda-feira (18), às 20h (horário de Brasília), em Goiânia.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *