Goiás estipula prazo, e Flamengo pode pagar multa por atrasar pagamento de Michael

FOTO: ROSIRON RODRIGUES / GOIAS

O Flamengo montou um elenco bastante qualificado visando a temporada de 2020. O clube carioca, no entanto, ainda está pagando por alguns reforços, como é o caso de Michael, contratado do Goiás. O Rubro-Negro, no entanto, ainda não depositou a terceira parcela e está sendo cobrado pelo Esmeraldino.

O Goiás notificou o Flamengo e espera receber 2,5 milhões de euros (R$ 16,2 milhões na cotação atual) nos próximos oito dias. Caso esta quantia não seja depositada no prazo estabelecido, o Fla terá que arcar com o juros de 20% sobre o valor, ou seja, mais 500 mil euros (pouco mais de R$ 3 milhões). Vale lembrar que o Mais Querido ainda terá que pagar mais 1,1 milhão de euros (R$ 7,1 milhões) até abril deste ano, referente a quarta e última parcela.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Além disso, o Goiás espera ser informado sobre a negociação entre Flamengo e Al Ain, dos Emirados Árabes. O Esmeraldino ainda detém 5% dos direitos sobre o atacante e ainda não foi comunicado quanto às tratativas. As informações foram publicadas primeiramente pelo jornalista Renan moura, da Rádio Globo.

Michael foi contratado no início de 2020, mas ainda não correspondeu às expectativas. O jogador entrou em campo 41 vezes e marcou quatro gols com o Manto Sagrado. A negociação entre Flamengo e Al Ain está avançada, e o atacante não deve permanecer no Rubro-Negro para a temporada de 2021.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Na época falaram que quem bancou o Michael foi o bap, contrariando os demais do departamento de futebol. Mas a verdade mesmo provavelmente nunca saberemos.

  • Cara, isso só pode loucura ou alguém está ganhando por fora. 35 milhões no peladeiro do Michael