Diego conquista Ceni e tem maior sequência como titular no Flamengo desde lesão sofrida em 2019

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

O Campeonato Brasileiro está na reta final e, no próximo domingo (21), Flamengo e Internacional entram em campo para serem protagonistas do duelo mais importante da 37ª rodada do torneio. O jogo com clima de decisão pode definir o campeão, uma vez que, em caso de vitória do Colorado, o troféu vai para o Sul. No embate, Diego Ribas chegará ao oitavo jogo como titular – dentre os que tinha condição, já que contra o Red Bull Bragantino o meia cumpriu suspensão.

Desse modo, o capitão emendará sua maior sequência de partidas como titular desde que sofreu a grave lesão diante do Emelec, no dia 24 de julho de 2019, pela Libertadores. À época, o camisa 10 foi submetido à cirurgia, que fixou a fratura na fíbula e suturou o ligamento do tornozelo esquerdo. Na ocasião, o Dr. Márcio Tannure, chefe do departamento médico do Flamengo, definiu a lesão como grave e complexa, apontando uma previsão de, no mínimo, quatro meses.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Apesar disso, Diego conseguiu ‘acelerar’ sua recuperação e retornou bem antes do previsto. No dia 20 de outubro do mesmo ano, o jogador já estava à disposição de Jorge Jesus, treinador do Fla àquela altura. Na época, o camisa 10 ficou no banco de reservas no clássico contra o Fluminense e não entrou em campo. Somente na partida seguinte, contra o Grêmio, é que o capitão voltou a atuar.

Visando justamente a ‘final’ antecipada diante do Internacional, Diego se reapresentou junto ao seus companheiros no Ninho do Urubu, na última terça-feira (16), para dar início à preparação para o embate. O duelo decisivo acontecerá no domingo (21), a partir das 16h (horário de Brasília), no Maracanã, em partida válida pela 37ª e penúltima rodada do Brasileirão.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *