Diretoria do Inter usará declaração de Braz para incentivar jogadores antes da ‘final’ contra o Flamengo

FOTO: REPRODUÇÃO/FLATV

O jogo decisivo entre Flamengo e Internacional está se aproximando, e o clima já esquentou nos bastidores. Nesta terça-feira (16), o VP de futebol do Flamengo, Marcos Braz rebateu declaração do presidente do Colorado com provocação ao clube. A troca de farpas irritou os dirigentes gaúchos, que prometem usufruir das falas de Braz para motivar os jogadores.

Após a repercussão da entrevista coletiva de Marcos Braz, o repórter Carlos Lacerda divulgou no Twitter um ‘print’ de conversa com um dirigente do Internacional. Na foto, o profissional ironiza a provocação e diz: “Isso é ótimo para nós. Vai direto para o celular dos jogadores”. Contudo, em poucos minutos a publicação foi excluída.

Vale lembrar que, no último domingo (14), o presidente do Internacional, Alessandro Barcellos, ‘cornetou’ as decisões da arbitragem em Flamengo x Cortinhians e levantou hipótese de favorecimento ao Mais Querido. Perguntado sobre o tema pelo repórter do Coluna do Fla, João Pedro Granette, nesta terça, Braz retrucou e provocou os colorados.

– O presidente se empolgou um pouco, não está acostumado a chegar nas finais. Com o maior respeito do mundo que temos ao Inter, não adianta o presidente ficar gritando de lá. Já passei dessa fase de ficar discutindo pela imprensa. O que temos de fazer é totalmente diferente. Está empolgado, não está acostumado, mas tem de ir devagar com a louça.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Flamengo x Internacional será disputado no Maracanã, às 16h (horário de Brasília), com exibição da Rede Globo. No entanto, o Coluna do Fla traz, como de costume, a transmissão mais rubro-negra da internet, via Youtube. Rafa Penido comanda a narração, acompanhado do comentarista Tulio Rodrigues e do repórter João Pedro Granette.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Coloca um “despacho” na porta do vestiário do Inter, igual o Bahia fez em 1988, e as moranguetes nem entram pro jogo.