FERJ muda regulamento e obriga equipes a utilizarem time principal no Carioca; clubes podem sofrer multa

FOTO: DIVULGAÇÃO/FERJ

Mesmo em reta final de temporada, e brigando pelo título brasileiro, o Flamengo já projeta o próximo período. Dessa forma, a primeira competição será o Campeonato Estadual. No entanto, com os problemas do calendário na pandemia, a data de início da competição será praticamente junta do fim do Brasileirão, ou seja, diversos clubes projetam um começo com reservas. Contudo, um artigo do regulamento determina que a partir da quarta rodada, equipes que seguirem com alternativas podem ser multadas.

Por certo, a FERJ colocou o ‘artigo 41’ no regulamento para, obviamente, evitar o número de duelos sem as equipes principais. Dessa forma, a competição não perderia seu valor, ou seja, um esvaziamento em renda de IBOPE. Isso porque, a edição anterior, somente o Fluminense dos quatro grandes do Rio de Janeiro utilizou a equipe titular ao longo de todo o torneio. Flamengo, Vasco e Botafogo atuaram com sub-23 em pelo menos parte da Taça Guanabara.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


Vale lembrar que, no passado, a Federação já havia imposto restrições a times alternativos na competição. Em 2016 e 2017, foi permitido apenas cinco atletas das categorias de base no elenco, ou seja, era necessário inscrever todos, mesmo que não fosse a intenção. Além disso, as multas apresentam altos valores, como os 50 mil reais da ocasião. No entanto, todos os clubes assinaram a cláusula e, dessa forma, terão de seguir as medidas em questão.

CONFIRA O ARTIGO 41 NA ÍNTEGRA:

A associação que, sem justo motivo, assim reconhecido pelo DCO da FERJ, após a 3ª Rodada da Taça Guanabara, deixar de utilizar sua equipe considerada principal, perderá o valor correspondente a totalidade de sua cota fixa de direito de transmissão e, caso já as tenha recebido ou não faça jus, pagará uma multa equivalente a esse valor, que será revertida em benefício dos demais clubes participantes do campeonato.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Corrigindo: ” jogador que não estiver inscrito não pode jogar”.

  • Correção: “jogador que não está inscrito não pode jogar”.

    Deixa os principais jogadores pro Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores,

  • Eu diria que é simples: inscreve só o sub-20, jogador que vai está inscrito não pode jogar, portanto não será poupado.

  • Apenas complementando o que o Felipe falou, esclareço o seguinte, a Constituição do
    Brasil ela é a Lei máxima vigente no país, e no seu artigo 7, inciso XVII diz que todos os
    trabalhadores tem direito a trinta dias de férias na forma da Lei, isso quer dizer, que todos os
    jogadores devem obrigatoriamente entrar de férias por trinta dias e somente após poderão
    voltar ao trabalho, o artigo 41 da ferj não possui nenhum poder diante da Carta Magna. Não
    sei em relação a todo campeonato, mas os 30 dias só tem jogador titular se o flamengo e os
    jogadores quiserem.

  • Muito fácil de resolver. Basta o clube colocar os jogadores com mais de 1 ano de contrato de férias. Eles tem direito a 30 dias anuais. Simples assim. Termina o brasileiro e entram de férias. Apresentam o contra-cheque e pronto. Quando voltarem, fazem 10 dias de pre-temporada e voltam ao time principal no banco.
    Aos poucos vão entrando e ganhando recondicionamento…

  • Cara o que eh principal eh relativo. Na minha opinião o Flamengo tem que usar o carioca para dar rodagem ao Hugo, matheusinho, Ramon, natan, noga, João Gomes, muniz. Não precisa colocar eles todos juntos. Coloca 3 ou 4 por rodada com os titulares fazendo revezamento. Daí não descaracteriza time principal e vai fazendo preparo com os jogadores principais alternando mais jogos

  • Cara o que eh principal eh relativo. Na minha opinião o Flamengo tem que usar o carioca para dar rodagem ao Hugo, matheusinho, Ramon, natan, noga, João Gomes, muniz. Não precisa colocar eles todos juntos. Coloca 3 ou 4 por rodada com os titulares fazendo revezamento. Daí não descaracteriza time principal e vai fazendo preparo com os jogadores principais alternando mais jogos