Jornalista compara elencos e aponta ‘demérito’ do Flamengo em estar atrás do Internacional no Brasileirão

FOTO: EDUARDO DECONTO/GLOBO ESPORTE

Com a vitória em cima do Vasco e o empate do Internacional com o Athletico-PR, o Rubro-Negro conseguiu encurtar a distância para o líder gaúcho. Atualmente, somente dois pontos separam as equipes e, como ainda há o confronto direto, o Mais Querido volta a depender apenas de si para ser campeão. Segundo André Rizek, apresentador do ‘Seleção SporTV’, não há comparação entre os elencos das equipes.

– O Flamengo fez um campeonato muito abaixo do esperado. Embora o time tenha encaixado nas últimas rodadas, estar dois pontos atrás do Inter faltando quatro rodadas para o fim é muito demérito do Flamengo. Não dá nem para comparar o elenco de Inter e Flamengo.


Quem será o próximo a perder para o Mengão? Saiba como lucrar com previsões esportivas!


No entanto, apesar de apontar a superioridade do elenco rubro-negro, Rizek faz uma comparação individual entre dois jogadores. Para o apresentador, Edenílson, do Internacional, é mais jogador do que Diego Ribas, do Flamengo.

– Um dos grandes destaques do Inter é o Edenílson. Como esse jogador evoluiu desde que chegou ao Corinthians. É um outro jogador no Internacional. Acho ele um dos grandes nomes deste campeonato, e se ele ganhar como craque do Brasileirão, ninguém vai achar um absurdo. Eu vejo o Edenílson como mais jogador do que o Diego do Flamengo.

Em busca do título, o Flamengo volta a campo no próximo domingo (05), contra o Red Bull Bragantino, às 20h30 (horário de Brasília), no estádio Abi Nabi Chedid, pela 35ª rodada. Enquanto isso, o Internacional encara o Sport, na próxima quarta (10), no Beira-Rio, às 19h (de Brasília).

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Demérito?? É esses clubes que se dizem grandes ter um elenco inferior ao do flamengo

  • Rizek, Rizek…rsrs. Leve em conta que o Flamengo, após 2019, onde juntou bom elenco com bom treinador, aprendeu a jogar futebol de um jeito. Ao sair esse treinador, entrou outro que, por vaidade, quis mudar tudo de uma hora para outra, e acabou confundindo os jogadores e destruiu o sistema defensivo do time. Quantas goleadas o Flamengo levou, não? Era assim com J.J.? Não. Quando este tb saiu, entrou um terceiro treinador que, bem mais sensato, tentou resgatar a mesma filosofia de jogo do primeiro, e que só parece estar reencaixando agora, no fim do campeonato. Coloca um belzebu qualquer pra treinar o Bayern de Munique e veja se dá certo…rs. Era a mesma coisa que pedir ao Flamengo de Zico pra jogar “fechadinho na defesa”., saindo só nos contra-ataques. Não ia dar certo. O DNA do clube parece rejeitar intrusões inadequadas e inadaptáveis. Rizek, o elenco pode ser maravilhoso, mas com comando fraco e inadequado ele fracassa. O erro do Flamengo foi o de achar que o Jumèntec Dormente era o próprio Guardiola. Afobado e sem conhecer o futebol brasileiro, se deu mal e levou o Flamengo junto. A pandemia tb prejudicou bastante. Então” Rizek, não é só o elenco que conta. Me diga se vc algum dia previu que, ao recuar o Arão para a zaga e entrar com o Diego no meio, o time ia encaixar e parar de levar gols….previu? rsrs
    Rizek, a melhor coisa que vc pode fazer nesse momento é se preocupar com o seu Corínthians, e procurar não provocar em casa a são-paulina Andréa Sadi. Já está de ótimo tamanho. Esquece o Flamengo, vai…rs