“Ninguém foi mais prejudicado que o Flamengo na pandemia”, diz Diego sobre ausência de torcida

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

Às vésperas de o Flamengo disputar uma decisão, o normal seria todos os ingressos estarem esgotados com dias de antecedência. Porém, com a pandemia da Covid-19, o cenário é outro, pois não pode haver público nos estádios. Com isso, os jogadores rubro-negros se sentem prejudicados com a ausência dos torcedores, como disse Diego Ribas ao fazer o balanço da temporada.

Como foi bem lembrado, conquistamos três títulos nessa temporada até agora e estamos brigando pelo Brasileiro. A última vez que o Flamengo foi bicampeão foi na década de 80. Estamos fortes e o balanço só posso fazer quando terminar -, disse o camisa 10 rubro-negra, em entrevista coletiva nesta sexta-feira (19). Ele ainda prosseguiu:


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


— É uma temporada atípica e ninguém foi mais prejudicado que o Flamengo na pandemia. Todos foram, que fique claro, mas a gente está acostumado a jogar com 70 mil pessoas no estádio. Estamos com mais duas rodadas podendo ser campeões e o balanço é esse. Quando terminar eu faço com mais tranquilidade -, ponderou o jogador.

O Flamengo, no entanto, tem um fator que pode facilitar na disputa pelo título nacional: a experiência de um elenco acostumado a ser campeão. Diego também falou sobre o tema: “É um ponto positivo que temos. Conquistamos experiência com erros e tudo que vivemos. Pode nos ajudar, se a gente continuar trabalhando forte. Isso vai me ajudar“, encerrou.

O time carioca irá disputar uma ‘final’ no domingo (21), às 16h (horário de Brasília), contra o Internacional. Diego Ribas deve estar em campo neste embate decisivo. O duelo acontece no Maracanã, pela 37ª rodada do Brasileirão. O Mengão é o segundo colocado, com 68 pontos, um atrás do Colorado, que é líder, com 69. Caso vença, o Fla assume a ponta da tabela. Contudo, se perder, o Inter se sagra campeão do torneio nacional.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *