“O Jesus deve mais ao Flamengo do que o Flamengo deve ao Jesus”, ressalta Galvão

FOTO: MARCELO CORTES/FLAMENGO

Desde que saiu do Flamengo, Jorge Jesus não tem tido vida fácil no Benfica. A equipe ocupa somente a quarta colocação do Campeonato Português, 13 pontos atrás do líder Sporting, além de já ter caído na Liga dos Campeões e na Taça da Liga. Para Galvão Bueno, narrador do Grupo Globo, o trabalho realizado pelo Mister no Rubro-Negro carioca foi uma exceção, um ponto fora da curva.

– O Jorge Jesus é um ótimo técnico. Mas esse trabalho do Benfica explica muita coisa. Inverteram a ordem das coisas. O Jesus deve mais ao Flamengo do que o Flamengo deve ao Jesus. A grande obra dele foi esse tempo que ele teve no Flamengo.

Galvão ressaltou que o melhor momento da carreira de Jorge Jesus foi no Flamengo, e que em Portugal, sua terra natal, ele nunca foi unanimidade. Segundo o narrador, por conta de seu trabalho no Mais Querido, o técnico pode ter despertado uma falsa impressão no futebol português quando retornou.

– Ele tinha uma história só em Portugal de alguns sucessos e fracassos. O grande momento da vida dele foi dirigindo o Flamengo em 2019. Andaram invertendo um pouco essa ordem de importância.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Com Rogério Ceni no comando, o Flamengo se prepara para seu próximo compromisso. Neste domingo (21), às 16h (horário de Brasília), pela 37ª rodada (penúltima) do Campeonato Brasileiro, o Rubro-Negro recebe o líder Internacional, em partida com clima de ‘final antecipada’. Caso vença os gaúchos, o clube da Gávea assumirá a ponta da tabela a um jogo do fim da competição.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *