Ídolo do Flamengo, Marcelinho revela desafios de chegada ao clube: “A maior dúvida era a credibilidade”

FOTO: JOÃO PIRES/LNB

Marcelinho iniciou a carreira no pré-mirim do Flamengo, mas logo cedo foi para a Europa, onde fez a sua carreira e se estabilizou. No entanto, sempre existiu o sonho de retornar ao clube do coração para defender o Manto Sagrado. Em 2007, quando Patrícia Amorim era responsável pela administração dos esportes olímpicos, Marcelo assinou contrato com o Mais Querido e voltou ao Brasil.

Em entrevista exclusiva ao Coluna do Fla, Marcelo Machado revelou os principais desafios da chegada ao clube, e destacou a falta de credibilidade do Rubro-Negro à época. Todavia, Marcelinho fez questão de exaltar o sucesso de sua escolha, e descreveu a passagem pelo Mengo como “perfeita”.

Na época, a grande dúvida em relação ao Flamengo, era muito mais a parte de credibilidade, que não existia naquela época. É um pouco confuso. A chegada da Patrícia (Amorim) melhorou muito pro esporte olímpico do Flamengo, e aí eu embarquei nessa. “Vou realizar meu sonho” -, disse, antes de prosseguir:


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Juntei muitas coisas que tinham na minha cabeça, realizar o sonho de jogar no Flamengo, vir para o Rio de Janeiro… Eu já estava pensando em ter filhos, e aí eu pesei isso de estar no Rio, próximo da minha família, da família da minha esposa, seria mais fácil. E acabou que foi tudo perfeito. Eu acho que não poderia imaginar o tanto que daria certo essa escolha que eu fiz, e não só minha, mas toda aquela aposta daquele grupo, que eu diria que foi o divisor de águas para a história do basquete rubro-negro -, concluiu.

Em 15 anos defendendo o Manto Sagrado, um dos maiores ídolos da história do basquete rubro-negro, Marcelinho ganhou tudo. Ele foi campeão do Troféu Gente Brasil e do Troféu Flamengo 115 anos, além de conquistar 10 Campeonatos Cariocas, seis Campeonatos Brasileiros, uma Liga Sul-Americana, uma FIBA Liga das Américas e um Campeonato Mundial Interclubes.

VEJA A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA:

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *