Ceni cogita mudança na defesa para suprir ausência de Gerson

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

O Flamengo vai a campo contra a LDU, às 21h30 (horário de Brasília) desta terça-feira (04), com dois desfalques de peso e um quebra-cabeça no setor defensivo. Trata-se das ausências de Rodrigo Caio e Gerson, que interferem diretamente na montagem do elenco por Rogério Ceni. Para o duelo, é possível que o técnico retorne com Arão para o meio-campo e, eventualmente, opte por formar dupla de zaga com Bruno Viana e Gustavo Henrique.

Outra opção, seria manter Willian Arão na zaga e ir a campo com João Gomes ou Hugo Moura no lugar de Gerson, sem que haja alteração no esquema adotado por Rogério Ceni em todos os jogos da Libertadores até aqui.

Sem poder contar com Rodrigo Caio, que se recupera de uma fibrose, o técnico Rogério Ceni ainda perdeu Gerson para o confronto em Quito. O Coringa sofreu uma lesão na coxa direita e sequer viajou com a delegação para o Equador – o meia também foi baixa no primeiro confronto pela semifinal do Campeonato Carioca, contra o Volta Redonda.


Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!


Willian Arão também sentiu um incômodo durante a vitória por 3 a 0 sobre o Volta Redonda, mas, de acordo com Rogério Ceni, não preocupa para Libertadores. Assim, é possível que o camisa 5 retorne à sua posição de origem, ao lado de Diego, e abra espaço para Bruno Viana junto com Gustavo Henrique.

Bruno Viana e Gustavo Henrique atuaram juntos em três oportunidades sob o comando de Rogério Ceni – duas como titular. A últuma vez que a dupla esteve em campo foi justamente na semifinal do Carioca, no último sábado (01). O reforço para temporada entrou no lugar de Arão, já na segunda etapa.

A primeira vez que Bruno Viana e Gustavo Henrique atuaram juntos como titular foi no empate em 2 a 2 com a Portuguesa, pela Taça Guanabara, dia 14 de abril. Depois, estiveram entre os 11 na vitória sobre o Volta Redonda, pela decisão do torneio, dez dias depois. Esta foi, por sinal, a formação que deve ser utilizada diante da LDU, visto que Willian Arão atuou como volante.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Não tem que mudar a defesa, colica o Hugo Moura e pronto. No ataque sim, o Pedro tem que ser mantido no time. E a bolinha que o Bruno Henrique e o Everton Ribeiro estão jogando, colocar o Michael no banco será sacanagem.

  • Deixem Rogério Ceni trabalhar torcida sem noção! #FechadoComCeni

  • A opção pelo Hugo Moura me parece mais segura, porque é mais experiente, menos
    pavio curto que o João Gomes e tem bom chute de longa distância. Também é melhor
    manter o Arão na zaga porque o Bruno Viana ainda não criou casca, coisa que só agora
    Gustavo começa a criar.