“É natural que fiquem com inveja”: Landim rechaça provocação do Fluminense e contra-ataca

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

A Final do Campeonato Carioca 2021 ficou marcada pela rivalidade nos bastidores e pelas provocações nas arquibancadas, com os mosaicos organizados pelas torcidas de Flamengo e Fluminense. Após o título do Rubro-Negro no último sábado (22), o presidente do clube, Rodolfo Landim respondeu a alfinetada tricolor, que estampou a seguinte frase no Maracanã: “Orgulho de não ser como vocês”.

Mais um, orgulho mais do que nunca de ser Rubro-Negro. São 42 milhões que eu espero que tenham muito orgulho por esse time, pelo o que ele está conquistando. A gente tem vencido tudo, se a gente for ver nesses últimos três anos a gente tem conquistado todos os títulos, é natural que os outros times fiquem com inveja. No fundo eles gostariam de estar comemorando os títulos que a gente está comemorando -, disse o mandatário em entrevista após o jogo.

Internamente, o mosaico da torcida do Flu para o segundo jogo da grande final gerou um certo incômodo em alguns dirigentes rubro-negros. Vale destacar que, além das provocações protocolares do clássico, os dois clubes brigaram pela possibilidade da presença de público na final do Estadual. O Flamengo defendeu o retorno da torcida, já o Tricolor se posicionou contrário.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


Após muitas rusgas trocadas entre a dupla Fla-Flu, o Mais Querido confirmou o favoritismo em campo e bateu o rival por 3 a 1. Agora, o Mengo vira a chave e volta as atenções para a disputa da Copa Libertadores. Já classificado para as oitavas de final da competição continental, o Rubro-Negro recebe o Vélez Sarsfield, nesta quinta-feira (27), às 21h (horário de Brasília), no Maracanã.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *