Flamengo reforça setor de captação de novas promessas com foco em países da América do Sul

FOTO: ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

Nos últimos anos o Flamengo buscou reforçar seu elenco profissional e trouxe grandes nomes do futebol brasileiro e internacional. Jogadores como De Arrascaeta, Filipe Luís e Gabriel Barbosa passaram a integrar o elenco rubro-negro. No entanto, o clube, além de se preocupar em elevar o patamar de seu time principal, passou a olhar com ainda mais carinho para suas categorias de base.

Conhecido pelo lema ‘craque, o Flamengo faz em casa’, o Rubro-Negro reforçou o setor de captação de novas promessas e, até o momento, possui dez ‘olheiros’ espalhados pelo Brasil. Além disso, a ideia do Fla é ampliar ainda mais este processo para ter um olhar que vá além das ‘fronteiras’. Segundo informações divulgadas pelo Globo Esporte, o objetivo do Mais Querido é observar de perto as joias da América do Sul, em busca de novos craques.

Prova disso foi a recente contratação do volante paraguaio Fabrizio Peralta, de 18 anos. O atleta agradou aos observadores do Fla, que acompanhavam os campeonatos sul-americanos das categorias de base. O jovem, cabe destacar, foi observado ‘in loco’ no Sul-Americano sub-17, no Mundial sub-17 e na Libertadores sub-20.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


De acordo com o atual gerente geral do Flamengo, Luiz Carlos – à época coordenador do departamento de captação do clube – o Mengo tem ‘scouts’ presentes em todos os grandes torneios que acontecem pela América do Sul, o que acabou ajudando na negociação por Peralta, por exemplo. Em contato com o GE, o dirigente ressaltou a vontade do clube em apurar o olhar para contratar jovens cada vez mais promissores.

Estamos presentes em todas as grandes competições da América do Sul. Tivemos scouts no Sul-Americano sub-15, no Mundial sub-17, no Sul-Americano sub-17, na Libertadores sub-20. Queremos ter um olhar mais atento para o mercado sul-americano. O Flamengo acaba sendo uma vitrine de referência -, disse.

Cabe lembrar que, antes da contratação de Fabrizio Peralta, o Flamengo trouxe o volante Richard Rios, colombiano que tem grande destaque representando seu país na Seleção de futsal. Sendo assim, os dois são exmplos de que a ideia do Mais Querido em seguir atento ao futebol da América do Sul, já tem dado resultado.

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda e pouco. Tem que ter scout de todos os torneios sub-20 e ub-17 relevantes na america do sul, nao apenas dos torneios de seleções. Tb ter profissionais qualificados que possam atuar em outros paises. Eu sei que tem um custo mas seria interessante pelo menos ter o scout desses torneios caseiros