Marcos Braz desmente jornalista sobre negociação e dispara: “Melhor continuar cobrindo o Grêmio”

FOTO: DIVULGAÇÃO / FLAMENGO

O Flamengo emprestou Rodinei para o Internacional, mas o contrato do lateral-direito com o Colorado está prestes a se encerrar. Sem condições de exercer a compra definitiva do atleta, o time gaúcho já informou que não manterá o jogador no elenco, e o Mais Querido se prepara para repatriar seu ex-atleta. Apesar disso, neste sábado (08), um jornalista divulgou que o Rubro-Negro teria oferecido uma troca ao Inter: Rodinei por Patrick. O vice-presidente de futebol do Mengo, Marcos Braz, desmentiu a informação e rebateu o profissional.

Estou setorista do Grêmio, mas recebi hoje uma informação do Inter: Flamengo propôs uma troca de Rodinei por Patrick com o Inter. Desdobramentos com a equipe da Guaíba que cobre o Inter“, publicou o jornalista Rafael Pfeiffer. Sem perder tempo, Braz rebateu e ironizou o boato: “Melhor continuar cobrindo o Grêmio, essa informação não procede. Tenha certeza“, garantiu o dirigente.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


O contrato de Rodinei com o Internacional se encerra no próximo dia 31, e o Flamengo já está pronto para receber o lateral. O Clube da Gávea vê com ‘bons olhos’ o retorno do atleta, considerando o aperto do calendário e já prevendo o possível desfalque de Isla por convocações para a seleção chilena.

 

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Também vi esse comentário, e imaginei que devia ser cavada do jornalista, não faz o menor
    sentido essa troca. Isla está atravessando um momento conturbado e além disso ficará
    fora do time em pelo menos 19 jogos e alguns que podem decidir título. Além disso, Patrick
    joga na mesma faixa de campo que atua Bruno Henrique, Arrascaeta e Michael, ou seja,
    trazer um jogador pra ser reserva no lugar de outro, que joga na lateral direita onde temos
    apenas Isla e Matheusinho, realmente, essa troca não faz o menor sentido, ainda bem que
    Marcos Braz colocou as coisas nos devidos lugares, não tem troca.