Tulio Rodrigues: “Oposição se vê enfraquecida contra Landim, não prioriza eleição presidencial e mira outros poderes”

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

Na manhã desta segunda (17), o grupo Sócios pelo Flamengo, principal grupo de oposição a direção de Rodolfo Landim e que foi base de apoio nas gestões de Eduardo Bandeira de Mello, soltou uma nota que de fato me surpreendeu já no início do primeiro parágrafo.


Saiba como se dar bem duplamente com vitórias do Flamengo!


O SóFLA vem a público comunicar oficialmente que, após ampla deliberação de seus membros, decidiu que participará ativamente das eleições para os Conselhos Deliberativo e Fiscal do Clube de Regatas do Flamengo, a serem realizadas ao final do ano de 2021 e início de 2022“, diz o grupo.

Não é mencionado o pleito de dezembro para presidente do clube. Ou seja, o principal grupo político da oposição não é claro quanto à sua participação na principal eleição do Flamengo.

É fato que Landim corre na frente com uma ampla vantagem, mas eleição não se decide de véspera. Em uma pesquisa divulgada pelo jornalista Ancelmo Góis em sua coluna no jornal O Globo, informa que 69,76% dos 582 entrevistados, votam no atual presidente. Cabe ressaltar que não é informado quem fez a pesquisa e nem seu método.

É uma virtude reconhecer e respeitar seu adversário. Os agentes políticos tem conhecimento quase que real da preferência do eleitor para um pleito. Eles fazem pesquisas internas e talvez por isso, o SóFLA tenha tomado esse posicionamento.

Mas vale dizer que para comunicação interna, isso é válido, não para o público. Parece que a toalha já foi jogada antes de iniciar até o processo eleitoral, que se inicia em agosto. Parece que o grupo nem quis elaborar qualquer estratégia para eleição de dezembro e já mirou suas prioridades, onde eles interpretam ter chances reais de vencer. A mensagem passada é que mesmo se derem um apoio explicito a qualquer outro candidato, não vão se dedicar ativamente pelo aliado da ocasião.

A outra mensagem que essa nota parece passar, é que Landim já é o vencedor da eleição. O que de melhor a atual direção tem em seu benefício, são os títulos conquistados. São os maiores vencedores dos últimos anos. Conseguiram aliar a boa gestão administrativa e financeira iniciada em 2013 com grandes conquistas. O próprio SóFLA reconhece na nota: “O grupo acredita que, a despeito do sucesso desportivo apresentado nos últimos anos (…)”. Mas internamente, o clube não é só isso e parece que abriram mão também de outros debates.

Com esse gesto do grupo “Sócios pelo Flamengo”, Landim dá mais um passo rumo a um segundo mandato. A preocupação de boa parte da oposição hoje é com o Deliberativo, que também é importante e hoje é presidido por um aliado da atual direção, mas é um debate mais interno, com pouca adesão da massa.

O tempo irá dizer se essa estratégia ou a falta dela, será benéfica para o clube e para a oposição. A ver.

Me siga nas Redes Sociais e vamos trocar uma ideia:

Youtube I Twitter I Instagram I Facebook

Veja também

Participe da conversa

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *